Notícias | Dia a dia
Serena brilha e prevalece em batalha com Azarenka
09/03/2019 às 01h20

Serena marcou sua 18ª vitória em 22 jogos contra Azarenka no circuito

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Bastante aguardado pelos fãs desde o sorteio da chave, o duelo entre Serena Williams e Victoria Azarenka pela segunda rodada do WTA Premier de Indian Wells cumpriu, e talvez tenha até superado, as expectativas. As duas ex-líderes do ranking atuaram em altíssimo nível de tênis e brindaram o público com um dos melhores jogos desde início de temporada. Ao fim de 2h07, Serena fez valer sua vantagem histórica e seu melhor momento no circuito para vencer por 7/5 e 6/3.

Serena marcou sua 18ª vitória em 22 jogos diante de Azarenka no circuito. Acostumadas a se enfrentar em fases mais agudas dos torneios, as duas rivais já protagonizaram nove finais entre elas, com ligeira vantagem por 5 a 4 a favor da norte-americana. Os dois encontros mais importantes também foram vencidos por Serena, nas finais do US Open de 2012 e 2013.

O duelo na noite de 8 de março, Dia Internacional da Mulher, também foi o primeiro entre Serena e Azarenka desde que elas se tornaram mães. A bielorrussa de 29 anos teve o filho Leo em dezembro de 2016, já a norte-americana de 37 anos deu luz à filha Alexis Olympia em setembro de 2017. A partida mais recente entre as duas experientes jogadoras havia acontecido também em Indian Wells, na final de 2016, com vitória de Azarenka, pouco antes de a ex-número 1 anunciar sua gravidez e fazer uma pausa na carreira.

Serena aparece atualmente no décimo lugar do ranking mundial. Ela voltou às quadras há exatamente um ano, também em Indian Wells, e já disputou duas finais de Grand Slam desde então, em Wimbledon e no US Open de 2018. Já Azarenka teve mais dificuldade para retomar a rotina no circuito por conta de uma disputa judicial pela guarda do filho, que comprometeu seu calendário entre 2017 e o início do ano passado. A bielorrussa ocupa atualmente a 48ª posição no ranking.

Só o primeiro set da partida durou 72 minutos e foi disputado em altíssimo nível, com as duas jogadoras buscando o winner e exigindo o máximo uma da outra. Chamava atenção também a excelente movimentação das atletas, que conseguiam fazer boas transições da defesa para o ataque, e já característica letalidade nas devoluções de saque. Além disso, as condições eram desafiadoras, com muito vento em quadra. Ao fim da parcial, Serena tinha 22 a 17 em winners, e 22 a 13 em erros não-forçados.

Azarenka começou o jogo com um pouco de dificuldade para colocar o primeiro serviço em quadra e logo de cara já precisou salvar dois break points. Passado o susto, a bielorrussa ganhou confiança e foi a primeira a quebrar. A reação de Serena foi imediata, agredindo o saque da adversária sempre que tinha oportunidade para devolver a quebra. Em um game instável no saque, Serena fez duas duplas faltas, salvou um break point com ace, mas sofreu com o peso de uma devolução profunda que recolocou a bielorrussa à frente. Mais uma vez, a jogadora da casa conseguiu buscar o empate, mostrando uma incrível solidez do fundo de quadra em alguns ralis longos.

A partir de então, Serena estabeleceu um breve período de domínio na partida, ao confirmar o saque salvando dois break points e voltando a quebrar o serviço da adversária de zero para liderar por 5/3. Frustrada, Azarenka descontou a raiva na raquete e acabou retomando o foco para equilibrar novamente as ações. A bielorrussa devolveu a quebra e fez um ótimo game de saque para empatar o placar por 5/5. Na sequência, Serena confirmou o saque com dificuldade, salvando quatro break points e ganhou força. Com uma sequência de ótimas devoluções, uma delas decisiva com o backhand na paralela, a norte-americana definiu o primeiro set.

Logo na abertura do segundo set, Azarenka conseguiu uma quebra de serviço, mas novamente a reação de Serena veio no game seguinte, depois de três break points. O que se viu na sequência foi um período dominado pelas sacadoras, sem oportunidades de quebra, por mais que os games fossem longos e disputados. A janela se abriu para Serena no oitavo game, novamente graças as ótimas devoluções que renderam a vantagem por 5/3. Azarenka vendia caro a derrota e se recusava a entregar os pontos. A bielorrussa teve dois break points no último game da partida, salvos com um ace e um belíssimo lob de Serena. Sacando para o jogo, a vencedora de 23 títulos de Grand Slam não deixou a oportunidade escapar e novamente disparou um ace para definir sua classificação. 

Serena fez 39 a 25 em winners e terminou o jogo com 45 erros não-forçados contra 24 da bielorrussa. A nortea-americana conseguiu seis quebras em doze break points, enquanto Azarenka teve 15 oportunidades e aproveitou apenas quatro.

Mesmo depois de vencer um jogo tão difícil diante de Azarenka, Serena não terá vida fácil. Sua próxima adversária em Indian Wells será espanhola Garbiñe Muguruza, outra ex-líder do ranking e atual 20ª colocada aos 25 anos. O histórico entre elas é ligeiramente favorável a Serena, que tem três vitórias e duas derrotas diante da rival.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis