Notícias | Dia a dia
Wawrinka luta 3h23 e confirma duelo com Federer
11/03/2019 às 01h27

Wawrinka precisou ganhar 143 pontos

Foto: ATP

Indian Wells (EUA) - A final toda suíça de Indian Wells de dois anos atrás irá se repetir ainda na terceira rodada em 2019. Stan Wawrinka sobreviveu a uma maratona de 3h23, derrotou o valente húngaro Marton Fucsovics por 6/4, 6/7 (5-7) e 7/5 e voltará a desafiar o amigo Roger Federer.

No já longo histórico de 24 duelos, Federer leva enorme vantagem de 21 vitórias, incluindo as cinco mais recentes. O último triunfo de Wawrinka aconteceu na mágica campanha de Roland Garros de 2015. em que tirou o compatriota nas quartas e alcançou depois o título. Em Indian Wells, foram três confrontos e Federer ganhou todos. Na final de 2017, o placar foi de 6/4 e 7/5.

O sofrimento de Wawrinka contra Fucsovics foi grande, com games muito longos, diversos games de serviços ameaçados e muito break-points evitados. Stan salvou 21 de 25 e o húngaro, 17 de 23. O segundo set foi uma gangorra, com os dois se revezando nas chances. Wawrinka chegou a ter 3-1 e 5-4 no tiebreak, mas não evitou um tenso terceiro set.

Arrancando grandes jogadas da base, mas também habilidoso junto à rede, o húngaro perdeu logo o primeiro game de serviço, mas teve sete chances de reagir desperdiçadas antes de enfim empatar no 10º game. Evitou ainda cinco match-points, três no seu serviço. A partida teve 280 pontos.


Com resultados fracos na temporada, Karen Khachanov vibrou muito ao ganhar do veterano Feliciano Lopez, por 6/3, 1/6 e 6/4, e fará duelo russo contra o lucky-loser Andrey Rublev. Já o polonês Hubert Hurkacz barrou o francês e cabeça 28 Lucas Pouille, por 6/2, 3/6 e 6/4, e será o adversário do japonês Kei Nishikori.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis