Notícias | Dia a dia
Lucky-loser sérvio surpreende, Aliassime leva virada
12/03/2019 às 00h06

Miomir Kecmanovic, de 19 anos, está nas oitavas e perto do top 100

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Depois de entrar na chave principal do Masters 1000 de Indian Wells como lucky-loser, Miomir Kecmanovic continua a surpreender e garantiu seu lugar nas oitavas de final da competição. O jovem jogador de 19 anos e 130º do ranking levou a melhor contra o compatriota Laslo Djere, 32º colocado, por 6/2 e 7/6 (7-3).

Ex-líder do ranking mundial juvenil, Kecmanovic chegou a Indian Wells com apenas uma vitória em chaves principais de ATP na carreira e dono de dois títulos profissionais de nível challenger. Ele tentou o quali e venceu o italiano Luca Vanni antes de perder para o norte-americano Marcos Giron.

Beneficiado por uma desistência tardia do cabeça 5 Kevin Anderson, já na sexta-feira à noite, Kecmanovic acabou entrando direto na segunda rodada. O jovem sérvio venceu o alemão Maximilian Marterer antes de fazer um duelo sérvio com Djere, que vinha de um título no Rio de Janeiro e de uma semifinal em São Paulo, em quadras de saibro.

O melhor ranking da carreira de Kecmanovic foi o 118º lugar, alcançado em janeiro. A campanha já construída em Indian Wells já o faz superar essa marca e se aproximar da chegada ao top 100.

Quem enfrenta Kecmanovic na próxima rodada em Indian Wells é o japonês de 23 anos e 74º colocado Yoshihito Nishioka, que venceu um duríssimo jogo de 2h55 contra o canadense de 18 anos e já número 58 do mundo Felix Auger-Aliassime por 6/7 (2-7), 6/4 e 7/6 (7-5). Durante a longa partida, Aliassime fez 53 a 15 em winners, mas terminou a disputa com 66 erros não-forçados contra apenas 26 de seu adversário.

Depois de dominar o tiebreak de set inicial sem quebras, Aliassime também saiu na frente na parcial seguinte e liderou o segundo set por 3/1, antes de permitir a reação de Nishioka, que venceu quatro games seguidos. Lembrando que o segundo set também teve uma breve interrupção, de aproximadamente seis minutos, por conta de uma leve pancada de chuva.

Por mais que o terceiro set contasse com chances de quebra para ambos os lados, Nishioka vinha vencendo a maioria dos pontos importantes e chegou a liderar por 5/1. Em sua primeira oportunidade de sacar para o jogo, o japonês perdeu um match point e permitiu que Aliassime devolvesse uma das quebras. No game seguinte, o canadense salvou mais dois match points antes de confirmar o serviço e ganhar confiança para voltar a quebrar e empatar a parcial por 5/5. Aliassime ainda chegou a liderar o tiebreak decisivo por 5-3, mas acabou perdendo os últimos quatro pontos da partida em uma infeliz sequência de erros não-forçados.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis