Notícias | Dia a dia
Federer vence Wawrinka pela 22ª vez e avança
13/03/2019 às 00h15

Federer só perdeu três dos 25 jogos que fez contra Wawrinka no circuito

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - O aguardado duelo suíço entre Roger Federer e Stan Wawrinka pela terceira rodada do Masters 1000 de Indian Wells terminou com uma já tradicional vitória de Federer. O número 4 do mundo chegou à sua sua 22ª vitória em 25 confrontos diante do amigo e compatriota, ex-top 3 e atual 40º colocado, ao marcar 6/3 e 6/4 em apenas 59 minutos.

Federer venceu a sexta seguida contra Wawrinka e só perdeu para o conterrâneo no saibro, em Monte Carlo nos anos de 2009 e 2014, além de Roland Garros em 2015. Em quadras de piso duro já são 17 vitórias para o veterano de 37 anos e dono de cem títulos no circuito.

Vindo de título em Dubai, Federer é o atual vice-campeão em Indian Wells. O suíço tem a missão de defender 600 pontos para não perder posições no ranking e se manter entre os principais cabeças de chave do Masters 1000 de Miami, que acontece a partir da semana que vem.

Outra busca de Federer em Indian Wells é o recorde absoluto de conquistas no tradicional torneio californiano. Dono de cinco títulos na competição, o suíço tem o mesmo número de troféus que o sérvio Novak Djokovic, eliminado precocemente nesta terça-feira pelo alemão Philipp Kohlschreiber ainda na terceira rodada.

O adversário de Federer nas oitavas de final será o britânico Kyle Edmund, jovem de 24 anos e 23º do ranking, em confronto inédito no circuito. Edmund, que sofreu uma lesão no joelho no começo do ano, vem da conquista de um título de challenger também disputado em Indian Wells há pouco mais de uma semana. O britânico avançou às oitavas depois de vencer o moldavo Radu Albot por duplo 6/3.

Desde os primeiros games da partida, Federer já conseguia exercer pressão sobre o saque de seu adversário. O ex-número 1 do mundo teve três break points logo de cara, perdeu dois deles errando devoluções, além de ver Wawrinka evitar outro disparando um ótimo saque. Entretanto, bastou ao pentacampeão do torneio esperar por suas oportunidades para conseguir a quebra dois games mais tarde. Firme no saque, Federer não enfrentou break points até o fim do set. Wawrinka até liderou a contagem de winners da parcial por 7 a 5, mas cometeu 13 erros não-forçados contra 6 do ex-líder do ranking.

No segundo set, Federer foi ainda mais eficiente no saque e só perdeu dois pontos em seus games de serviço. A quebra foi ainda mais precoce, ainda no terceiro game da parcial. Por mais que Wawrinka tenha elevado seu aproveitamento nos games de serviço na reta final do jogo, o experiente atleta de 33 anos e vencedor de três Grand Slam não encontrava meios de mudar o panorama da partida. Nas estatísticas, Wawrinka fez 18 a 12 em winners, mas terminou o jogo com 21 erros contra apenas nove. Federer subiu 24 vezes à rede e venceu 15 pontos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis