Notícias | Dia a dia
Tsitsipas vence em 3 sets e volta à final em Barcelona
22/04/2023 às 12h16

Vice-campeão das edições de 2018 e 2021, o grego vai em busca de um título inédito

Foto: Barcelona Open Banc Sabadell

Barcelona (Espanha) - Pela terceira vez em sua carreira profissional, Stefanos Tsitsipas disputará a final do ATP 500 de Barcelona. Vice-campeão das edições de 2018 e 2021, o grego vai em busca de um título inédito no saibro espanhol depois de vencer neste sábado o italiano Lorenzo Musetti por 6/4, 5/7 e 6/3 em 2h28 de partida.

Número 5 do mundo, Tsitsipas tem nove títulos no circuito da ATP e disputará sua 26ª final da carreira. Jogando no saibro, o grego já conquistou quatro torneios. Além disso, manteve a escrita de nunca ter perdido para Musetti no circuito. Ele agora lidera o histórico de confrontos por 4 a 0 contra o jovem italiano de 21 anos e 20º do ranking.

O adversário de Tsitsipas na final deste domingo virá da partida entre o espanhol Carlos Alcaraz, vice-líder do ranking e atual campeão em Barcelona, e o britânico Daniel Evans, 26º colocado. Ele perdeu todos os três jogos que fez contra Alcaraz e lidera o retrospecto diante de Evans por 4 a 0.

Tsitsipas passou por alguns altos e baixos no duelo contra Evans. O primeiro set teve cinco quebras de serviço e o jogo mais agressivo do grego fez a diferença. Ele liderou a contagem de winners por 11 a 3, e cometeu só um erro a mais que o adversário, 8 a 7. Musetti chegou a estar liderando por 4/3 e saque, mas Tsitsipas venceu os últimos três games do set.

A perda da primeira parcial não abalou o italiano, que conseguiu uma quebra logo no início do segundo set e abriu 3/1. Tsitsipas virou para 4/3 e teve chances de quebra no oitavo game, além de um match-point quando vencia por 5/4. Musetti manteve o serviço, voltou a quebrar logo na sequência, e fechou o set.

Já no set decisivo, o grego teve total controle das ações. Apesar de ter escapado de um break-point logo no início, ele logo conseguiu duas quebras e chegou a liderar por 4/0. Musetti até devolveu uma das quebras, mas não teve novas chances de ameaçar o serviço do grego. Tsitsipas fez 28 a 26 nos winners e cometeu 21 erros contra 27 do italiano. O jogo teve onze quebras, 6 a 5 para o grego, e um total de 21 break-points disputados.

Comentários