Notícias | Dia a dia
Nadal sente o joelho, mas avança e encara Federer
15/03/2019 às 19h57

Nadal lidera o histórico contra Federer, mas perdeu os últimos cinco encontros

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - A rivalidade entre Roger Federer e Rafael Nadal ganhará um novo capítulo neste sábado. Horas depois de o suíço garantir seu lugar na semifinal do Masters 1000 de Indian Wells, o espanhol também confirmou sua classificação. O número 2 do mundo foi bastante exigido e chegou a precisar de atendimento para o joelho direito, mas venceu o russo Karen Khachanov por 7/6 (7-2) e 7/6 (7-2) em 2h16.

Ainda que Nadal lidere o histórico de confrontos entre eles por 23 a 15, o que lhe confere um aproveitamento de 61% nos 38 jogos, Federer leva vantagem no retrospecto recente. O suíço vem de cinco vitórias consecutivas contra o espanhol, para quem não perde desde a semifinal do Australian Open de 2014. Em Indian Wells, Federer venceu nos anos de 2012 e 2017, enquanto Nadal levou a melhor em 2013.

Tricampeão em Indian Wells e vencedor de 80 títulos de ATP, sendo 33 Masters 1000, Nadal busca a final de número 118 de sua carreira profissional. O espanhol de 32 anos já venceu o torneio californiano em 2007, 2009 e 2013, além de ter ficado com o vice-campeonato em 2011.

Como aconteceu em seus jogos anteriores, Nadal começou a partida com clara dificuldade em encaixar o primeiro saque e cometendo duas duplas faltas. Por outro lado, Khachanov apostava em devoluções agressivas e vinha mutio firme no saque para conseguir uma quebra precoce e já abrir 2/0.

Depois de ver o rival liderar por 3/1, Nadal buscou o empate no sexto game após uma sequência de erros do russo junto à rede. Embora enfrentasse alguns games apertados, o espanhol não enfrentaria mais break points até o fim do set. Além disso, o número 2 do mundo voltaria a pressionar o saque de hachanov para criar quatro set points, mas o russo respondeu com ótimos saques.

Pela quarta vez nos últimos oito sets entre eles, Nadal e Khachanov definiram uma parcial no tiebreak e o espanhol manteve os 100% de aproveitamento. O vice-líder do ranking tomou iniciativa dos pontos e fez Khachanov bater sempre em movimento para dominar o tiebreak e fechar o primeiro set. Khachanov liderava nos winners por 19 a 10, mas fizera 14 a 8 em erros.

Logo no início do segundo set, Nadal teve duas chances de quebra em um longo game, mas não as aproveitou. Na sequência, o espanhol pediu atendimento médico e o fisioterapeuta e teve enfaixada a parte inferior de seu problemático joelho direito. A limitação física forçou Nadal a mudar completamente o estilo de jogo. Passou a arriscar rapidamente os pontos, mas teve sucesso. Quem acabou saindo do jogo foi Khachanov, que cometeu sucessivos erros e teve o serviço quebrado. A vantagem do espanhol, entretanto, durou pouco e o russo buscou imediatamente o empate por 3/3.

Após um momento de domínio dos sacadores, Khachanov ficou muito perto de fechar o set quando liderava por 5/4 e teve a chance de quebrar o saque de Nadal, mas desperdiçou a oportunidade ao errar um bate-pronto. O russo passou a arriscar algumas bolas curtas para trazer o espanhol para a rede e desgastar ainda mais o joelho do adversário, mas não teve muito sucesso e ainda teve que salvar um break point antes de mais um tiebreak. Novamente, Nadal foi superior e conseguiu definir a importante vitória em sets diretos. Ainda que Khachanov tenha liderado nos winners por 36 a 25, o russo também terminou o jogo com 32 erros não-forçados, o dobro da contagem feita por Nadal, que cometeu 16 erros, oito em cada set.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis