Notícias | Dia a dia
Na decisão pela 9ª vez, Federer busca o hexa em IW
16/03/2019 às 16h23

Federer é o atual vice-campeão do torneio

Foto: ATP

Indian Wells (EUA) - Maior campeão da história do Masters 1000 de Indian Wells, com cinco conquistas, o suíço Roger Federer pode se isolar na ponta em 2019. Contando com uma desistência do espanhol Rafael Nadal, que sequer entrou em quadra para a semifinal deste sábado, ele disputará uma final na competição pela nona vez e poderá deixar o sérvio Novak Djokovic, outro pentacampeão, para trás.

O tenista da 37 anos soma 66 vitórias no evento californiano e tentará mais uma no domingo contra o vencedor do embate envolvendo o canadense Milos Raonic e o austríaco Dominic Thiem, que se enfrentam na outra semi.

Caso o adversário seja Thiem, a partida não valerá apenas o título de Indian Wells, mas também a quarta colocação do ranking. Eles já se cruzaram em quatro oportunidades e o retrospecto é totalmente parelho, com dois triunfos para cada lado. O austríaco venceu um no saibro e outro na grama, ao passo que Federer levou a melhor nos dois encontros em piso duro.

Raonic tem um retrospecto bem mais vasto contra o suíço, com uma boa desvantagem para o canadense, que em 14 jogos venceu somente três, o último deles três anos atrás em Wimbledon. Desde então foram duas vitórias de Federer, com a revanche no All England Club em 2017, e uma desistência do atual número 14 do mundo, no Masters 1000 de Paris do ano passado.

A campanha de Federer rumo à final foi relativamente tranquila, com quatro jogos definidos em sets diretos, além da vitória sem precisar entrar em quadra contra Nadal. Sua partida mais longa na competição foi justamente a primeira, contra o alemão Peter Gojowczyk, precisando de 1h17 para conseguir derrubar o rival.

Também cruzaram o caminho do suíço o compatriota Stan Wawrinka, o britânico Kyle Edmund e o polonês Hubert Hurkacz.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis