Notícias | Dia a dia
'É sempre especial enfrentar Roger', afirma Thiem
17/03/2019 às 09h45

Thiem disputa sua 3ª final de Masters 1000

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Atual 8 do mundo, o austríaco Dominic Thiem chegou ao Masters 1000 de Indian Wells sem um bom resultado ainda na temporada, mas conseguiu fazer do torneio californiano seu primeiro grande evento em 2019. Neste sábado, ele garantiu vaga na decisão ao bater o canadense Milos Raonic em três sets.

Na decisão, o tenista de 25 anos terá pela frente o suíço Roger Federer, contra quem jogou em outras quatro oportunidades, com duas vitórias para cada lado. “É sempre algo especial enfrentar Roger e também é especial poder disputar mais uma final de Masters 1000”, falou Thiem, que venceu uma no saibro e outra na grama, mas perdeu as duas em pisos duros.

“Será apenas minha terceira final neste nível e tenho estatísticas muito ruins nelas, então sei que vai ser muito difícil, mas ao mesmo tempo darei tudo para conquistar meu primeiro título”, lembrou o austríaco, que tem os vice-campeonatos de 2017 e 2018 no Masters 1000 de Madri.

Thiem mostrou muita firmeza contra Raonic e principalmente uma mão calibrada, cometendo apenas nove erros não forçados. “Eu sabia que ia ser duro, o saque dele é surreal. Também sabia que provavelmente haveria um tiebreak. Fiz uma grande partida, praticamente não cometi muitos erros não-forçados e tive um bom primeiro saque”, analisou.

“Em geral, foi um jogo muito bom porque o único ponto de quebra que tive de salvar foi no último game e era isso que eu queria fazer, jogar bem meus jogos de serviço e não dar muitas chances a ele”, complementou o austríaco, que derrotou Raonic pela primeira vez depois de perder os dois primeiros encontros entre eles.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis