Notícias | Dia a dia
Desistências beneficiam Wawrinka na chave de Miami
17/03/2019 às 13h55

Miami (EUA) - As quatro desistências até então confirmadas para o Masters 1000 de Miami, dos espanhóis Rafael Nadal e Pablo Carreño, do australiano Alex de Minaur e do francês Richard Gasquet, beneficiarão o suíço Stan Wawrinka na chave, uma vez que ele conseguirá entrar como cabeça de chave e assim entrará direto na segunda rodada.

Outra vantagem para o tenista de Lausanne é só pegar um dos outros 31 favoritos só a partir da terceira rodada, evitando a possibilidade de cruzar logo na segunda fase com adversários do porte do compatriota Roger Federer, do sérvio Novak Djokovic ou do alemão Alexander Zverev.

Wawrinka também se aproveitou bem das duas vitórias que conseguiu no Masters 1000 de Indian Wells, uma delas contra o 29º pré-classificado, o húngaro Marton Fucsovics, que lhe renderam quatro colocações no ranking e o levaram para o 36º posto. Ele não figuraria entre os favoritos em Miami, mas as desistências acabaram o impulsionando no chaveamento.

Ainda há outras dúvidas sobre quem irá disputar o torneio na Flórida, que neste ano terá casa nova e será jogado pela primeira vez no Hard Rock Stadium, a principal delas a do argentino Juan Martin del Potro, que pode até que passar por cirurgia no joelho direito. Caso ele realmente não entre no torneio, quem será alçado a cabeça de chave é o local Steve Johnson.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis