Notícias | Dia a dia
Monteiro supera estreia dura e desafia Khachanov
26/04/2023 às 16h53

Monteiro conseguiu sua segunda vitória em Masters 1000 na carreira

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Depois de ter obtido sua primeira vitória em Masters 1000 no mês passado, em Miami, Thiago Monteiro conseguiu mais um bom resultado em torneios deste porte e avançou no saibro de Madri. O número 1 do Brasil e 97º do mundo superou nesta quarta-feira o croata Borna Gojo, 110º do ranking e vindo do quali, por 7/6 (11-9), 4/6 e 6/3 em 2h15 de partida.

Aos 28 anos, Monteiro faz sua oitava participação em chaves principais de Masters 1000 e a primeira em Madri. Nas quadras de saibro da capital espanhola, ele havia apenas tentado os qualis em 2017 e 2021. O cearense agora desafia o número 12 do mundo Karen Khachanov em busca de uma vaga na terceira rodada. Khachanov venceu os três duelos anteriores entre eles, dois no ano passado em Belgrado e também no US Open.

A vitória na estreia em Madri rende 25 pontos na ATP para Monteiro, que provisoriamente vai recuperando cinco posições. Se ele vencer mais uma, fará 45 pontos e voltará ao top 90. A melhor marca de sua carreira é o 61º lugar, alcançado em outubro do ano passado.

Monteiro salvou dois set-points na primeira parcial
Em um primeiro set sem quebras e com 55 minutos de duração, Monteiro soube lidar muito bem com os momentos de maior pressão. Ele fez dois bons games de saque quando perdia por 5/4 e 6/5.

E já no tiebreak, saiu atrás no placar. Gojo chegou a liderar por 5-2 e saque, mas Monteiro reagiu com uma ótima passada e um winner de devolução para buscar o empate. Depois disso, manteve o saque o tempo todo, salvando dois set-points, e esperou pelas oportunidades. Em um rali longo, conseguiu vencer o ponto decisivo do set. O brasileiro liderou nos winners por 18 a 15 e cada jogador cometeu 7 erros.

O cearense só enfrentou um break-point em toda a partida
Logo no início do segundo set, Gojo aproveitou seu único break-point em toda a partida e saiu vencendo por 3/1. Monteiro chegou a ter três chances de quebra num mesmo game, mas não aproveitou as oportunidades e o croata manteve a liderança até o fim do set. Gojo fez 11 a 6 em winners na parcial e cometeu só 4 erros contra 7 de Monteiro.

O número 1 do Brasil continuou muito firme no saque e não enfrentou break-points durante todo o terceiro set. Ele aproveitou sua única chance de quebra na parcial decisiva e fez 4/2. Naquele momento do jogo, o cearense era quem prevalecia nos ralis mais longos. Ele ainda escapou de um 0-30 para fazer 5/2 e confirmou seu último game de serviço de forma bastante tranquila para chegar à vitória em três sets.

Gojo liderou nos aces por 19 a 12, e fez 33 a 32 nos winners e cometeu 20 erros contra 21 de Monteiro. Cada jogador conseguiu uma quebra na partida, sendo que Monteiro só enfrentou um break-point. 

Comentários