Notícias | Dia a dia
Thiem derruba Federer e conquista seu maior título
17/03/2019 às 22h12

Thiem havia perdido as outras duas finais de Masters que jogou

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - O austríaco Dominic Thiem comemorou neste domingo o maior título de sua carreira e o feito não podia ter vindo de melhor forma: uma virada na final do Masters 1000 de Indian Wells para cima do suíço Roger Federer, fechando o jogo com parciais de 3/6, 6/3 e 7/5, depois de 2h02 de jogo. De quebra ele deixou para trás seu rival no ranking da ATP.

Com o triunfo no torneio californiano, Thiem reassumirá a quarta colocação no ranking, igualando sua melhor marca da carreira e deixando Federer no quinto posto. Ele também volta a liderar o retrospecto direto com o tenista da Basileia, agora com três vitórias e duas derrotas. A conquista renderá ao austríaco uma premiação de US$1.354.010, além dos 1.000 pontos somados no ranking. Vice-campeão novamente, repetindo o ano passado, Roger levará para casa um cheque de US$ 686.000 e mais 600 pontos. 

A taça levantada pelo austríaco de 25 anos, que havia perdido as duas finais de Masters 1000 que fizera antes, ambas em Madri, e a de Grand Slam, ficando com o vice em Roland Garros, faz com que se mantenha a escrita de ainda não haver um campeão repetido em 2019. São 13 diferentes na WTA e 19 na ATP.

Federer abriu a partida com quebra precoce e Thiem parecia não achar a forma de devolver o saque e entrar nos pontos. Enfim, a qualidade que exibiu na véspera contra Milos Raonic veio no sétimo game: bloqueou bem o saque, obrigou o suíço a trocar bolas e conseguiu bater mais perto da linha. Mas, na hora de empatar no oitavo game, o austríaco não encaixou o saque e voltou a ficar muito pressionado. Federer devolveu com grande qualidade para ganhar a rede e ir a 5/3, liquidando em seguida. Suíço ganhou todos os oito pontos em que tentou voleios.

Thiem começou com o saque o segundo set e logo de cara mostrou mudança de atitude. Procurou forçar mais o jogo da base, tomando iniciativa para tentar dominar logo os pontos, e foi premiado com um game de serviço fraco do adversário, que não colocou o primeiro saque em quadra e favoreceu os golpes de fundo de Thiem. Muito firme, enfim o austríaco tirava seu primeiro set de Federer sobre uma quadra dura.

Terceiro set veio muito equilibrado, com os dois jogadores cuidando bem do primeiro saque. Federer claramente tirou um pouco da força para aumentar o percentual de acerto e conseguiu chegar mais à rede. Thiem tentou sempre ser agressivo a partir da segunda bola. No oitavo game, veio enfim um break-point e a favor de Federer, mas Thiem jogou sempre com coragem, disparou forehands incríveis e se safou.

Num jogo tão apertado, pequenos detalhes definiram. Federer tentou duas deixadinhas seguidas, Thiem mostrou grande capacidade atlética para chegar e ganhar os pontos, fechando depois a quebra com grande devolução. Com frieza, sacou para a vitória e não se apressou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis