Notícias | Dia a dia
Federer lamenta novo vice, mas já pensa em Miami
18/03/2019 às 09h07

Federer espera não repetir 2018 com nova queda na estreia em Miami

Foto: Divulgação

Indian Wells (EUA) - Assim como aconteceu no ano passado, o suíço Roger Federer chegou a mais uma final no Masters 1000 de Indian Wells. E também seguindo os passos de 2018, ele acabou novamente ficando com o vice-campeonato, perdendo desta vez para o austríaco Dominic Thiem, que saiu atrás no placar e conseguiu buscar a virada para conquista assim seu maior título.

“Estou triste por cair novamente em uma final de Masters 1000, sinto que estou jogando em um grande nível, mas ainda não o suficiente para sair vitorioso. Também não preciso fazer drama com esta derrota, já que se continuo jogando assim, cedo ou tarde os resultados chegarão. Agora é esquecer o que passou e já pensar no próximo torneio”, afirmou o tenista da Basileia.

“Meu plano é jogar Miami, amanhã já viajarei para lá e pretendo fazer minha primeira sessão de recuperação. Estou bem fisicamente e otimista para o próximo compromisso. Depois de Miami terei umas semanas de descanso antes de voltar aos treinos para a temporada de saibro”, disse o agora número 5 do mundo, sendo ultrapassado no ranking justamente por Thiem.

O austríaco não apenas ganhou elogios pela partida que fez no último domingo, mas também os parabéns de Federer. “Estou feliz por Dominic, que ganhou seu primeiro Masters 1000 e merece isso sem dúvida alguma”, pontuou o tenista de 37 anos, que lamentou um pouco a queda no nível do saque nos games em que acabou quebrado.

“Não saquei nada bem e ele aproveitou a situação para quebrar meu serviço. Também tive o vento contra nesse game e isso atrapalhou, mas é claro o saque foi um problema e isso me custou. No terceiro set, aconteceu algo parecido no 11º game, ele mostrou um grande nível e conseguiu fazer com que eu cometesse mais erros do que gostaria”, encerrou Federer.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis