Notícias | Dia a dia
Kyrgios aconselha crianças a escutarem mais os pais
20/03/2019 às 13h10

Miami (EUA) - Embora seja considerado por alguns um dos jogadores mais problemáticos do circuito, o australiano Nick Kyrgios mostra a cada dia que passa ser uma pessoa bastante preocupada com os jovens, tanto que até criou uma fundação em seu país com o intuito de promover a inclusão de crianças carentes no esporte.

O tenista de 23 anos participou de um evento com crianças antes de iniciar sua participação no Masters 1000 de Miami e aproveitou o momento para dar alguns conselhos que considera importante para os mais jovens

“Quem dera tivesse escutado mais os meus pais quando tinha a idade de vocês, entenderia muito melhor a vida e decisões que me doeram quando tinha a idade de vocês me doeriam muito menos, seriam muito mais simples e construtivas”, disse Kyrgios.

“Quando tinha 14 anos me falaram que precisava deixar o basquete para me dedicar ao tênis. Foi algo que me custou muito, pois o basquete era minha grande paixão. Parece besteira, mas se tivesse escutado mais minha família, as coisas seriam diferentes”, complementou o australiano.

Também estavam no evento o grego Stefanos Tsitsipas, o croata Marin Cilic, o japonês Kei Nishikori, o argentino Diego Schwartzman e a tcheca Petra Kvitova e todos eles também deram suas dicas e conselhos para os pequenos que estavam lá.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis