Notícias | Dia a dia
Exigido no início, Djokovic embala e passa por Tomic
22/03/2019 às 22h22

Sérvio encara o argentino Federico Delbonis na próxima fase

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Depois de ter sido precocemente eliminado em Indian Wells na semana, Novak Djokovic estreou com vitória no Masters 1000 de Miami. O número 1 do mundo teve um início de partida equilibrado diante de Bernard Tomic, mas confirmou o favoritismo diante do australiano ao marcar 7/6 (7-2) e 6/2 em 1h13 de partida.

Esta foi a 12ª vitória de Djokovic na temporada. O sérvio disputa apenas seu quarto torneio em 2019, com evidente destaque para o título do Australian Open em janeiro, além de uma semifinal em Doha e da inesperada queda para Philipp Kohlschreiber em Indian Wells.

Dono de seis títulos em Miami, Djokovic não vence o torneio desde 2016. Lembrando que a edição deste ano é a primeira no Hard Rock Stadium, casa do time de futebol americano Miami Dolphins. O evento vinha sendo disputado no complexo Crandon Park entre 1987 e o ano passado.

O próximo adversário de Djokovic em Miami será o canhoto argentino Federico Delbonis, jogador de 28 anos e 83º do ranking, que venceu o australiano John Millman por 7/5, 3/6 e 7/6 (7-2). O sérvio de 31 anos jamais enfrentou Delbonis anteriormente no circuito. O melhor ranking da carreira do argentino foi o 33º lugar, alcançado em maio de 2016 e tem três vitórias contra top 10 na carreira.

Logo no começo da partida, Djokovic deu um susto em seus fãs depois de sofrer uma queda em quadra e ter um corte na mão direita. O sérvio chegou a receber atendimento logo na virada de lado. A primeira quebra da partida favoreceu Tomic, que aproveitou um game de duas duplas-faltas de Djokovic para abrir vantagem. No entanto, o número 1 do mundo buscou a igualdade de imediato, jogando um tênis agressivo e contando com erros bobos do rival.

O equilíbrio na partida prosseguiu até o fim do set. A larga diferença técnica e de momento entre os dois jogadores ficou clara no tiebreak. Djokovic foi mais consistente, balançou o australiano e atacou na hora certa. Com isso, não deu qualquer oportunidade. Ainda que Tomic tenha liderado a contagem de winners por 17 a 15, o australiano cometeu o dobro de erros, 16 contra 8 do sérvio.

Logo na abertura do segundo set, Djokovic já largou com uma quebra de vantagem. O sérvio ganhou confiança e abriu 3/1 depois de um excelente game de serviço, que durou apenas 67 segundos e não deu mais oportunidades no seu serviço. Além de se manter muito seguro em seu saque, o líder do ranking mundial conseguiu mais uma quebra no sétimo game para ampliar a vantagem. Cada jogador disparou 23 winners na partida, mas Tomic cometeu 32 erros não-forçados contra apenas 14 do hexacampeão do torneio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis