Notícias | Dia a dia
Wawrinka erra demais e leva a virada na estreia
23/03/2019 às 16h03

Wawrinka cometeu 50 erros na partida, cinco deles nos momentos decisivos

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Com uma coleção de erros em momentos decisivos, Stan Wawrinka não passou da rodada de estreia Masters 1000 de Miami. O suíço permitiu a virada ao sérvio Filip Krajinovic, 103º do ranking, com parciais de 5/7, 6/2 e 7/6 (7-5) após 2h39 de partida. Ainda que Wawrinka tenha liderado nos winners por 42 a 32, o suíço cometeu 50 erros contra apenas 19 de seu adversário deste sábado.

Ex-número 3 do mundo e dono de três títulos de Grand Slam, Wawrinka aparece atualmente no 37º lugar do ranking mundial. Por conta de algumas desistências em Miami, o experiente suíço conseguiu ser o cabeça 30 do torneio e entrar diretamente na segunda rodada em Miami. Ele acumula agora onze vitórias e sete derrotas neste início de 2019.

Algoz de Wawrinka em Miami, Krajinovic está com 27 anos e já ocupou o 26º lugar do ranking em abril do ano. O sérvio até já foi finalista de Masters 1000, nas quadras duras e cobertas de Paris em 2017. Ele agora espera pela partida entre Roger Federer e Radu Albot, que se enfrentam ainda na tarde deste sábado.

Primeiro a quebrar na partida, Wawrinka chegou a liderar o set inicial por 4/1, mas não aproveitou as três chances que teve para ampliar a vantagem e cedeu o empate no oitavo game. O equilíbrio permanecia em quadra e, quando já era previsível que a disputa teria um tiebreak, o suíço voltou a quebrar no último game do set.

Krajinovic foi dominante no segundo set. O sérvio cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço e só encarou um break point, ainda no começo da parcial. Em seus dois últimos games de saque no set, Krajinovic confirmou de zero. Por sua vez, Wawrinka sofreu com o segundo saque, vencendo apenas um ponto em seis disputados, e permitiu duas quebras ao adversário.

Já no terceiro set, Wawrinka foi o primeiro a quebrar e abriu 3/1, mas perdeu os dois games subsequentes para ceder a igualdade. Com o placar empatado por 5/5, o suíço enfrentou break point, mas escapou ao encaixar uma sequência de ótimos saques. O ex-top 3 começou melhor durante o tiebreak e dominava o game-desempate, chegando a liderar por 5-2 e dois saques. A partir de então, começou um verdadeiro show de horrores protagonizado pelo suíço, que cometeu cinco erros seguidos, sendo dois com o forehand e três com o backhand para ceder a virada. 

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis