Notícias | Dia a dia
Iga vai confiante à semi: 'Jogando melhor a cada dia'
03/05/2023 às 20h19

Swiatek cedeu apenas três games na partida das quartas de final em Madri

Foto: Jimmie48/WTA

Madri (Espanha) - O bom desempenho na partida das quartas de final do WTA 1000 de Madri trouxe muita confiança para Iga Swiatek. A número 1 do mundo cedeu apenas três games diante da experiente croata Petra Martic e está a duas vitórias de conquistar um título inédito nas quadras de saibro da capital espanhola. Cada vez mais adaptada às condições mais rápidas do torneio, a polonesa sente a melhora em seu nível de tênis.

"Sinto que estou jogando melhor a cada dia e isso é ótimo. Eu nem sabia se isso seria possível no início do torneio. Mas fui paciente, e tive um desempenho bastante sólido na partifda de hoje. Estou muito feliz com a forma como mantive o foco. Fui consistente com minhas táticas e acho que valeu a pena", disse Swiatek, após a vitória por 6/0 e 6/3 sobre Martic nesta quarta-feira.

Nos últimos anos, a polonesa tem se notabilizado por conseguir muitas vitórias por placares elásticos e afirma que é preciso ter disciplina para não perder a concentração nesses casos. "Eu aprendi a lidar com isso, independentemente dos pensamentos que tiver em mente".

"Sei que depois do primeiro set, eu tenho que reiniciar o jogo e também estou ciente de que minhas adversárias provavelmente vão querer começar do zero também. Além disso, elas também podem mudar alguma estratégia ou jogarem melhor, sabe. Então isso me ajuda a ficar disciplinada e focada", acrescentou a jogadora de 21 anos.

"Às vezes, no tênis, não temos controle total sobre o que está acontecendo. Às vezes a adversária pode reagir ficando estressada, ou às vezes pode até se soltar e achar que não tem nada a perder, sabe. Então, eu diria que cada situação é diferente. Mas já passei por isso várias vezes e aprendi a lidar", complementou a número 1 do mundo, que busca um título inédito em Madri.

Ao ser perguntada se alguma vez ela já se sentiu mal pelas adversárias em jogos com placares muito dominantes, Swiatek respondeu: "Talvez uma ou duas vezes (sorrindo). Temos muito tempo para pensar durante as partidas, mas tento manter o foco".

Semifinal contra Kudermetova nesta quinta-feira
A adversária na semifinal será a russa Veronika Kudermetova, 13ª do ranking, em confronto marcado para às 16h (de Brasília) desta quinta-feira. A polonesa levou a melhor nos três duelos anteriores, sem perder sets. Este ano, na semifinal de Dubai, Swiatek cedeu apenas um game. Mas ela garante que o retrospecto não entra em quadra.

"Para mim, o histórico realmente não importa. Vou focar apenas no que quero fazer em quadra, taticamente. Nunca é fácil jogar uma semifinal. Todas que chegam aqui, estão jogando bem durante o torneio. Então, preciso estar pronta".

Comentários