Notícias | Dia a dia
Aliassime revela medo por falta de vitórias em 2019
25/03/2019 às 11h57

Aliassime já venceu 12 jogos na temporada

Foto: ATP

Miami (EUA) - O canadense Felix Auger-Aliasime despontou para o circuito neste começo de 2019, começando por uma grande campanha no Rio Open, onde disputou sua primeira final da carreira. Porém, apesar do grande momento vivido pelo tenista de 18 anos, a confiança não estava tão em alta no início da temporada.

“Antes de Buenos Aires, estava com medo de não conseguir muitas vitórias neste ano, mas depois veio o Rio e eu tratei de acreditar no meu trabalho e nos meus instintos dentro de quadra”, lembrou o canadense, que após o vice no ATP 500 carioca fez quartas no Brasil Open e venceu dois jogos na chave principal do Masters 1000 de Indian Wells.

No Masters 1000 de Miami, ele já supera a campanha do último torneio, vencendo três partidas e alcançando as oitavas de final. Seu último triunfo veio diante do polonês Hubert Hurkacz. “Ele está jogando muito bem, foi perigoso dos dois lados e só foi ceder um break-point bem no finalzinho. Hubert está fazendo tudo certo e por isso preciso respeitá-lo muito”.

Aliassime destaca a concentração como fator fundamental para seu bom momento. “Sempre tem alguma coisa passando pela cabeça, é tudo uma questão de se concentrar no momento para que assim meu jogo consiga fluir e eu possa encontrar uma maneira de vencer”, explicou o jovem canadense, que agora terá pela frente o georgiano Nikoloz Basilashvili.

Cabeça de chave 17, Basilashvili não passou sequer da estreia na Califórnia, mas vem bem agora na Flórida. “As quadras e as bolas aqui são bem diferentes de Indian Wells, levou um tempo para me acostumar com as condições”, observou o georgiano, que enfrentará Aliassime pela primeira vez no circuito.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis