Notícias | Dia a dia
De virada, Bautista derruba Djoko pela 2ª vez no ano
26/03/2019 às 20h35

Bautista Agut já havia derrotado o sérvio em Doha, na primeira semana do ano

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Dois meses depois de ter perdido para Roberto Bautista Agut em Doha, Novak Djokovic reencontrou o espanhol nesta terça-feira, em jogo válido pelas oitavas de final do Masters 1000 de Miami. Disposto a não permitir que o rival repetisse a façanha, o sérvio começou muito bem na partida. Mas aos poucos, Bautista Agut pôde elevar seu nível de tênis e equilibrar as ações. Após 2h30 de partida, o espanhol voltou a surpreender e marcou a virada com parciais de 1/6, 7/5 e 6/3.

Esta foi a terceira vitória de Bautista Agut, espanhol de 30 anos e 25º colocado no ranking mundial, em dez jogos contra Djokovic. Antes da derrota sofrida na primeira semana da atual temporada, o sérvio também havia sido surpreendido na semifinal de Xangai em 2016. Garantido nas quartas, Bautista Agut agora encara o norte-americano John Isner, número 9 do mundo e atual campeão do torneio.

Seis vezes campeão em Miami, Djokovic perde a chance de igualar de o recorde de títulos de Masters 1000 de Rafael Nadal. O sérvio tem 32 conquistas em torneios deste porte, uma a menos que o espanhol, que não disputou o torneio. A edição de 2019 é também a primeira no Hard Rock Stadium, casa do time de futebol americano Miami Dolphins. O evento vinha sendo disputado no complexo Crandon Park entre 1987 e o ano passado.

Djokovic foi amplamente superior durante o primeiro set e seu domínio foi facilitado pelo fraco desempenho de Bautista Agut no saque. O espanhol colocou apenas 48% de primeiros serviços em quadra e ficou à mercê das devoluções profundas do sérvio, que conseguiu duas quebras seguidas para rapidamente abrir 4/0. Ao longo do set inicial, Bautista Agut venceu apenas oito dos 21 pontos jogados em seus games de serviço e não teve um break point sequer.

Logo na abertura do segundo set, Djokovic fez seu melhor game na partida, primeiro com uma deixada milimétrica, depois com duas passadas cruzadas de forehand magníficas e já abriu uma quebra de vantagem. Mas bastou que o sérvio baixasse um pouco a intensidade para que o rival buscasse o empate de imediato. O jogo ficou mais equilibrado, ainda que Bautista Agut encarasse games de saque muito longos. O espanhol salvou quatro break points até chegar a liderar por 5/4, quando começou a chover forte e o jogo foi interrompido antes do saque de Djokovic. Na volta, o sérvio manteve o serviço e criou uma chance de quebra, mas não aproveitou. Pouco depois, Bautista Agut conseguiu a quebra e forçou o terceiro set.

Ainda que Djokovic criasse dois break points no começo do set decisivo, foi Bautista Agut quem conseguiu a primeira quebra da parcial. O espanhol liderou por 3/1, mas permitiu a reação depois que Djokovic venceu uma incrível disputa na rede. Quando parecia que o sérvio poderia recuperar o controle das ações, um novo game muito ruim permitiu que Bautista Agut ampliasse a vantagem e ficasse mais perto da vitória. Quando já perdia por 5/2, o sérvio até fez um bom game de saque, mas não conseguiu ameaçar o serviço do rival na sequência.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis