Notícias | Dia a dia
Struff vai à final como lucky-loser e desafia Alcaraz
05/05/2023 às 17h47

Struff ainda busca seu primeiro título de simples na ATP e terá seu melhor ranking aos 33 anos

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) - Pela primeira vez no circuito, um tenista que entra na chave de um Masters 1000 como lucky-loser consegue chegar à final da competição. O responsável pela façanha é o experiente alemão Jan-Lennard Struff, no saibro de Madri. Ele garantiu a vaga na final depois de vencer nesta sexta-feira o russo Aslan Karatsev por 4/6, 6/3 e 6/4 em 2h18 de partida.

Curiosamente, Struff havia perdido para Karatsev na última rodada do quali de Madri. E aquele havia sido o único duelo anterior entre eles pelo circuito profissional. Desde então, o veterano de 33 anos também passou por Lorenzo Sonego, Ben Shelton, Dusan Lajovic, Pedro Cachin e Stefanos Tsitsipas, antes do reencontro com seu último algoz.

Struff ainda busca seu primeiro título de simples no circuito da ATP e tem apenas uma final no saibro de Munique, em 2021. No próximo domingo, às 13h30 (de Brasília), ele desafia Carlos Alcaraz, número 2 do mundo e atual campeão do torneio. Eles se enfrentaram duas vezes com uma vitória para cada lado. O alemão busca sua 13ª vitória contra top 10 na carreira e a segunda na temporada.

A grande campanha em Madri fará Struff dar um salto no ranking. Ele começou o torneio como 65º do mundo e terá a melhor marca da carreira, no 28º lugar. Se for campeão, subirá para a 21ª posição. Já o semifinalista Karatsev, ex-top 15 e atual 121º do mundo aos 29 anos, vai recuperar espaço no ranking e fica muito perto de voltar ao grupo dos 50 melhores.

Struff começou melhor na partida, foi o primeiro a quebrar e chegou a liderar o set inicial por 3/1, mas acabou perdendo quatro games seguidos para Karatsev. O alemão salvou um set-point no saque, mas não evitou a perda do set no game seguinte.

No segundo set, o alemão sacou muito bem e não enfrentou break-points, além de ter cedido só quatro pontos em seus games de serviço. Ele conseguiu uma qieubra logo cedo e largou com 3/0 para sustentar a vantagem até o fim do set.

O alemão seguia sem ter o serviço ameaçado durante o terceiro set e seguiu pressionando nas devoluções para criar três novos break-points e conseguir uma nova quebra. Apesar de sofrer com o físico na reta final da partida, sentindo um aparente desconforto na perna, Karatsev salvou quatro match-points em um game com 13 minutos de duração quando perdia por 5/3, mas o experiente alemão definiu a disputa pouco depois. Cada tenista fez 27 winners e Struff cometeu um erro a mais, 31 a 30. O alemão disparou 15 aces na partida, conseguiu três quebras e só perdeu dois games de saque.

Comentários