Notícias | Dia a dia
Com paciência, Federer vence top 15 e faz quartas
27/03/2019 às 17h12

Federer enfrentará Kevin Anderson pelas quartas de final em Miami

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Com um jogo bastante paciente, Roger Federer conseguiu uma importante vitória nesta quarta-feira e garantiu vaga nas quartas de final do Masters 1000 de Miami. O suíço superou o russo Daniil Medvedev, número 15 do mundo, por 6/4 e 6/2 em exata uma hora de partida.

Como o jogo entre Federer e Medvedev estava inicialmente marcado para terça-feira à noite e foi remanejado por conta da chuva, o suíço voltará a atuar já na quinta-feira. Federer enfrentará o sul-africano Kevin Anderson, sétimo colocado, contra quem tem cinco vitórias e uma derrota.

Três vezes campeão em Miami, nos anos de 2005, 2006 e 2017, Federer havia perdido para o australiano Thanasi Kokkinakis ainda na estreia da edição passada do torneio. Até por isso, o atual número 5 do mundo já faz 180 pontos pelas três vitórias conquistadas. Nesta semana, o ex-número 1 tem chance de conseguir apenas mais uma posição.

Na atual temporada, Federer acumula 15 vitórias e apenas duas derrotas. O veterano de 37 anos comemorou o centésimo título de ATP da carreira em Dubai, foi vice-campeão em Indian Wells e caiu ainda nas oitavas de final do Australian Open.

Superado por Federer nesta segunda-feira, Medvedev é um dos recordistas de vitórias na temporada. O russo de 23 anos já venceu 17 partidas, mesmo número alcançado pelo grego Stefanos Tsitsipas. Medvedev está com o melhor ranking da carreira e tem com principais feitos no ano o título em Sófia e a semifinal em Roterdã.

Os dois jogadores começaram a partida muito firmes no saque. Até o empate por 4/4 ao fim de oito games disputados, Medvedev só havia perdido três pontos em serviço, enquanto Federer cedeu apenas quatro. Ainda assim, quando o russo conseguia devolver bem, Federer mostrava paciência do fundo de quadra e lidava bem com os ralis mais longos.

O primeiro break point aconteceria já no nono game, depois que o suíço sustentou um rali com 34 trocas de bola, utilizando frequentes slices para quebrar o ritmo de seu adversário. No ponto seguinte, Medvedev cometeu um erro com o backhand e acabou perendo o saque. O último game do set teve um roteiro incomum, já que Federer começou errático e se viu em 0-40. Mas o suíço contou com a pressa do adversário para escapar do momento complicado e conseguiu fechar a parcial. Ao fim do set, o ex-líder do ranking acumulava 14 bolas vencedoras e apenas cinco erros não-forçados.

Federer conseguiu uma quebra logo na abertura do segundo set e ganhou confiança. O suíço só perdeu quatro pontos em seus games de saque durante a parcial e não foi mais ameaçado. A estratégia de tirar o peso de bola foi muito eficiente para Federer, que esperava por suas oportunidades de definir os pontos, além de contar com cada vez mais erros do adversário. Deu tempo ainda para voltar a quebrar após dupla-falta do rival e deixar a vantagem mais confortável. Federer liderou nos winners por 22 a 14 e terminou o jogo com apenas oito erros contra 15 do rival russo. 

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis