Notícias | Dia a dia
Pliskova supera compatriota e encara Halep na semi
27/03/2019 às 21h34

Pliskova volta ao top 5 e pode terminar a semana na vice-liderança

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Um duelo tcheco encerrou a rodada das quartas de final do WTA Premier de Miami. Com mais experiência em fases agudas de grandes torneios, Karolina Pliskova prevaleceu diante de Marketa Vondrousova. A ex-número 1 do mundo e atual sétima colocada marcou as parciais de 6/3 e 6/4 em 1h20 de partida.

Vencedora de 12 títulos de WTA, Pliskova busca a 24ª final da carreira. A tcheca de 27 anos encara a romena Simona Halep, outra ex-líder do ranking e atual terceira colocada, às 22h (de Brasília) desta quinta-feira. Pliskova tem apenas duas vitórias em nove jogos contra Halep, que pode reassumir o topo do ranking se for finalista em Miami.

É certo que Pliskova voltará ao top 5 no ranking mundial após o torneio. A campanha até a semi já leva a experiente jogadora tcheca ao quarto lugar e ela pode assumir a vice-liderança em caso de título. A tcheca foi número 1 do mundo durante oito semanas entre julho e setembro de 2017.

Já Vondrousova tem a comemorar duas boas campanhas em Indian Wells e Miami, já que conseguiu chegar às quartas nos dois torneios. A canhota de 19 anos e número 59 do mundo certamente terá o melhor ranking da carreira e assumirá a 43ª posição. A jovem jogadora tcheca já tem até um título de WTA, conquistado ainda em 2017, nas quadras duras e cobertas de Bienne na Suíça.

A única quebra do set inicial foi conquistada ainda no segundo game da partida. Pliskova rapidamente abriu 3/0 e soube administrar a vantagem. Reconhecida como uma das principais sacadoras do circuito, a ex-número 1 do mundo só correu riscos em um game de saque, mas se livrou dos dois break points que enfrentou. Por mais que Vondrousova pudesse equilibrar a disputa do fundo de quadra, não foi possível voltar a ameaçar o saque da experiente compatriota.

O segundo set começou com Vondrousova à frente. A canhota de 19 anos se aproveitou de uma momentânea queda no aproveitamento de primeiro serviço da experiente rival para pressionar o segundo saque de Pliskova e conseguir a quebra para liderar por 3/0. Mas aos poucos, Pliskova foi recuperando o domínio da partida e voltou a mandar nos pontos para quebrar duas vezes e vencer cinco games seguidos. Sacando para o jogo, a ex-número 1 salvou dois break points, o primeiro com um ótimo backhand na paralela e o segundo contando com erro de devolução da rival, antes de aproveitar seu único match point.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis