Notícias | Dia a dia
Após longa espera, Barty vence e chega à final
28/03/2019 às 20h40

A australiana de 22 anos será top 10 após o torneio em Miami

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Depois de muito esperar durante toda a tarde desta quinta-feira, Ashleigh Barty enfim venceu a primeira semifinal do WTA Premier de Miami e garantiu vaga na decisão do torneio. Em uma rodada bastante prejudicada pela chuva, a australiana superou a estoniana Anett Kontaveit por duplo 6/3 em 1h16 de partida.

Considerada desde os tempos de juvenil como uma grande promessa do tênis australiano, Barty chegará ao top 10 do rankig mundial após o torneio. A jogadora de 22 anos precisou lidar com a pressão e expectativa desde os 15 e chegou a abandonar o tênis no fim de 2014 para se dedicar ao críquete. A volta ao circuito só aconteceria em maio de 2016, com o ranking zerado.

Barty disputará no sábado a sétima e mais importante final de sua carreira. Em busca de seu quarto título de WTA, ela espera pela vencedora da partida entre Simona Halep e Karolina Pliskova. A australiana tem apenas uma vitória em duelos anteriores contra Halep no circuito, enquanto seu retrospecto contra Pliskova está empatado por 2 a 2.

Já Kontaveit sairá de Miami com o melhor ranking da carreira. A estoniana de 23 anos e atual 19ª colocada aparecerá no 14º lugar a partir da próxima segunda-feira. Ela tinha chance até de terminar o torneio na 12ª posição, caso conquistasse o título.

A partida foi iniciada por volta das 15h (de Brasília) e os dois primeiros games foram vencidos por Kontaveit, mas logo depois começou a chover. O jogo ficou mais de duas horas parado. Na volta, foi Barty quem venceu dois games, antes de mais uma longa paralisação. O reinício só se daria a partir das 19h30 e Barty foi superior em quadra.

Dona de um estilo de jogo versátil, com muitos recursos táticos, Barty utilizou de seus slices, bolas curtas e variações de altura e estilo para comprometer o ritmo de Kontaveit. A estoniana apostava na potência dos golpes, mas frequentemente saía de sua zona de conforto. A australiana fez 13 a 11 em winners e terminou a partida com 19 erros contra 33 de Kontaveit. Barty criou nove break points e aproveitou cinco dessas chances, permitindo apenas duas quebras na partida.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis