Notícias | Dia a dia
'Halep poderia ter jogado melhor', analisa Pliskova
29/03/2019 às 12h56

Pliskova busca seu 13º título na carreira

Foto: WTA

Miami (EUA) - Responsável por frustrar o retorno de Simona Halep ao posto de número 1 do mundo, batendo a romena na segunda semifinal do Premier de Miami, a tchec Karolina Pliskova acredita que o jogo tumultuado com pausas pela chuva acabou atrapalhando a adversária, que acabou se desconcentrando e não conseguiu mostrar o seu melhor.

“Estou feliz por ter conseguido chegar à final de Miami, acho que fiz um grande segundo set. Halep poderia ter jogado melhor, talvez ela tenha se frustrado pelo que aconteceu no primeiro set e se desconectou da partida”, analisou Pliskova, que viu a romena abrir 5/3 no primeiro set e depois perder os quatro games seguintes.

Depois de faturar a primeira parcial, a tcheca deslanchou e venceu a segunda por 6/1 e carimbou sua vaga na final. “Apesar das paradas por chuva, joguei muito bem do fundo de quadra e consegui bons tiros. Saí satisfeita com o nível que apresentei. Uma das chaves da vitória foi meu saque, quando o encaixo bem tenho boas chances de ganhar. Halep também tem um bom serviço, mas não estava tão bem hoje”, comentou.

O próximo desafio no caminho de Pliskova será a australiana Ashleigh Barty, número 11 do mundo, contra quem tem duas vitórias e duas derrotas. “Ela é uma grande jogadora e tem um estilo de jogo completamente diferente do resto, consegue muitas bolas vencedoras e tem um revés poderoso. Terei que dar o meu melhor para sair com o título”, finalizou a tcheca de 27 anos e atual número 7 do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis