Notícias | Dia a dia
Para Isner, físico foi mais importante que experiência
30/03/2019 às 09h19

Isner ganhou todos os nove tiebreaks que disputou em Miami

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - O norte-americano John Isner esteve por duas vezes contra a parede, mas viu o garoto Felix Auger-Aliassime falhar na hora de sacar para fechar tanto o primeiro como o segundo sets na semifinal de Miami e assim, ao chegar ao tiebreak, pôde enfim dominar a partida. Está na final pelo segundo ano consecutivo e enfrentará Roger Federer às 14 horas de domingo pelo bicampeonato.

Questionado se a experiência foi sua maior arma, Isner discordou: "Claro que isso ajuda nesses momentos, mas já vimos muitos tenistas experientes serem derrotados por novatos. Acho que o fator fundamental foi o cansaço. Ele veio do quali, jogou três partidas a mais que eu e então penso que isso também influenciou".

A outra meta de Isner no torneio era se manter no top 10, e isso ele já garantiu com a vaga na final. Caso obtenha o bicampeonato, irá avançar para o oitavo posto na lista da próxima segunda-feira. "Busquei olhar para a coisa no sentido de 'este é só mais um torneio'. Tentei sequer pensar na defesa dos pontos ou coisas assim. Eu costumava me preocupar com isso, mas agora não mais".

Ele no entanto esteve bem pressionado na partida contra Aliassime. O garoto canadense obteve quebra e serviu com 5/4 no primeiro set e depois com 5/3 no segundo."Foi sem dúvida um jogo diferente, com meu adversário sacando para cada set. Mas, assim que consegui retomar o empate, me senti confiante para o tiebreak. Sabia que tinha chance de vencer".

Chegar à final não estava em seus planos. "Eu disse antes da estreia que havia boa chance de eu não conseguir defender o título do ano passado, porque eu só venci um torneio desse porte na minha carreira toda. Mas agora estou a apenas uma vitória disso, então posso engolir minhas palavras".

Nada menos que 12 dos 14 títulos obtidos por Isner aconteceram em quadras norte-americanas. Os outros dois vieram em Auckland.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis