Notícias | Dia a dia
Barty domina Pliskova e fatura seu maior título
30/03/2019 às 15h52

Barty agora é top 10 em simples e em duplas

Foto: WTA

Miami (EUA) - Três anos depois de voltar ao circuito internacional, a australiana Ashleigh Barty reuniu toda a qualidade de seus variados golpes, dominou a ex-número 1 do mundo Karolina Pliskova e conquistou o mais importante título de sua carreira. Para erguer o troféu do Premier de Miami, marcou 7/6 (7-1) e 6/3, embolsando US$ 1,34 milhão.

Aos 22 anos, Barty havia vencido apenas três torneios de simples na WTA até então, com destaque para o Elite Trophy, o chamado Masters B, conquistado no fim do ano passado em Zhuhai.

Com os 1.000 pontos somados em Miami, Barty entra para o top 10 e irá aparecer na nona posição na segunda-feira. Torna-se assim uma das raras tenistas a figurar na elite do tênis tanto em simples como em duplas. Campeã do US Open na última temporada, ela é sexta colocada na especialidade.

A australiana era considerada uma grande promessa desde que conquistou o título juvenil de Wimbledon em 2011 e teve de lidar muito cedo com a expectativa e a pressão. Chegou a parar de jogar tênis no fim de 2014, se dedicou ao críquete durante algum tempo, e voltou ao circuito da WTA apenas em maio de 2016, com o ranking zerado.

Para desempatar o confronto com Pliskova, que estava em 2 a 2, Barty precisou superar um início nervoso, em que a tcheca conseguiu se mostrar mais sólida da base. Obteve quebra e abriu 3/1. Pouco a pouco, a australiana conseguiu encaixar slices, fez a adversária se mexer cada vez mais e reagiu. Recuperou a quebra, levou ao tiebreak e daí em diante passou a comandar quase todos os games.

Os números deixaram claro a grande atuação da australiana, que anotou 41 winners, sendo 19 no primeiro set, contra 22 de Pliskova, ao mesmo tempo errando bem menos (22 a 30). Barty também encaixou 63% dos primeiros serviços e ganhou 86% desses lances.

Aos 27 anos, Pliskova disputou a 24ª final de sua carreira e buscava o 13º título. Líder do ranking por oito semanas em 2017, a campanha faz com que recupere a quarta posição.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis