Notícias | Dia a dia
Com 'bicicleta', Pavlyuchenkova faz quartas no México
03/04/2019 às 23h13

Pavlyuchenkova tem quatro títulos no torneio mexicano

Foto: Divulgação

Monterrey (México) - Mais uma vez, Anastasia Pavlyuchenkova mostra que se sente em casa quando joga em Monterrey. Quatro vezes campeã do torneio mexicano em quadras duras, a russa de 27 anos e 33ª do ranking garantiu lugar nas quartas de final após uma vitória por duplo 6/0, a popular 'bicicleta', sobre a sérvia Ivana Jorovic em apenas 50 minutos de partida.

Esta é apenas a terceira vez na carreira profissional de Pavlyuchenkova que a russa vence um jogo por duplo 6/0. A primeira foi em um quali de ITF ainda em 2006, enquanto a mais recente aconteceu em maio do ano passado, no saibro de Estrasburgo, contra a alemã Tatjana Maria.

De acordo com levantamento da WTA, este foi apenas o segundo jogo da elite do circuito em 2019 que terminou com um duplo 6/0. Outro jogo com o mesmo placar foi a vitória de Maria Sharapova sobre a britânica Harriet Dart pela primeira rodada do Australian Open.

Terceira favorita em Monterrey, Pavlyuchenkova conquistou o torneio em 2010, 2011, 2013 e 2017. A experiente russa agora espera pelo jogo entre a bielorrussa Victoria Azarenka e a cazaque Zarina Diyas para conhecer sua próxima adversária. Azarenka, atual 67ª colocada aos 29 anos, é uma das três ex-líderes do ranking que atuam nesta quinta-feira pelas oitavas de final.

Também na quinta-feira, a espanhola Garbiñe Muguruza joga às 18h (de Brasília) contra a russa Margarita Gasparyan, enquanto a canhota alemã Angelique Kerber atua às 22h diante da tcheca Karolina Muchova.

Outras duas cabeças de chave garantiram vagas nas quartas. Sexta favorita, a belga Kirsten Flipkens venceu a eslovena Dalila Jakupovic por duplo 6/3 e espera pela vencedora entre Kerber e Muchova. Já a cabeça 8 eslovaca Magdalena Rybarikova bateu a suíça Stefanie Voegele por 5/7, 6/2 e 6/3 e vai enfrentar a norte-americana Sachia Vickery, que derrotou a japonesa Nao Hibino por 7/5, 5/7 e 7/6 (7-5) em longa partida de 2h50.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis