Notícias | Dia a dia
Feijão é suspenso preventivamente pela TIU
06/04/2019 às 19h32

Paulista está suspenso desde o dia 29 de março, não podendo competir e sequer aparecer em torneios profissionais

Foto: Fotojump

Londres (Inglaterra) - O paulista João Souza, o Feijão, foi provisoriamente suspenso do tênis profissional por um Painel Anticorrupção liderado pelo professor Richard H. McLaren. Neste sábado, foi divulgada uma nota oficial revelando a punição dada ao tenista brasileiro, que ocupa atualmente o 12º lugar no ranking da ITF e aparece como o 404º na lista da ATP.

A suspensão diz respeito a uma investigação da Unidade de Integridade no Tênis (TIU), que viu possíveis brechas dadas pelo jogador em relação ao Programa Anticorrupção no Tênis, e está em vigor desde o dia 29 de março.

“Isso significa que o Sr. Souza está proibido de competir ou mesmo comparecer a qualquer evento organizado ou reconhecido pelas entidades que comandam o tênis durante esse período”, disse o comunicado divulgado pela TIU.

A Unidade de Integridade no Tênis é um órgão criado por iniciativa da Comissão dos Grand Slam, da Federação Internacional de Tênis (ITF), da ATP e da WTA, todas imbuídas em mostrar tolerância zero com a corrupção no tênis.

De acordo com a assessoria do tenista de Mogi das Cruzes, por orientação de seu advogado, ele não irá se manifestar até que o caso seja julgado. Curiosamente, Feijão se preparava para os challengers de San Luís Potosí (15/4), Tallahassee (22/4) e Savannah (29/4) e havia mostrado expectativas positivas na última sexta-feira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis