Notícias | Dia a dia
'Há derrotas mais dolorosas que outras', diz Nadal
08/04/2019 às 10h44

Nadal destaca importância de se doar ao máximo

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Um dos tenistas mais vitoriosos de todos os tempos, o espanhol Rafael Nadal falou sobre os momentos nada gloriosos das derrotas sofridas no circuito. Em entrevista à ABC, o atual número 2 do mundo, que soma 929 vitórias e 191 derrotas (um aproveitamento de 82,9%), disse que os resultados negativos fazem parte da vida do tenista.

“Todos os jogadores estão acostumados a perder porque é uma coisa normal”, observou o canhoto de Mallorca, jogador com o segundo melhor aproveitamento da história da ATP, ficando atrás apenas do sueco Bjorn Borg, que venceu 83,1% das partidas que disputou.

“Claro que há derrotas mais dolorosas do que outras, mas enfrento isso com normalidade. Aquelas em que você vê uma grande chance e acaba perdendo são as que machucam mais, só que não fico bravo com isso. Ficaria se não tivesse me dado a chance”, analisou o espanhol, que em 2019 já venceu 11 vezes e foi derrotado apenas duas.

Nadal reforçou a importância de dar sempre 100% em quadra. “Quando você luta e se esforça ao máximo não há mais nada a fazer, nenhuma outra obrigação. Claro que há momentos duros, mas no final das contas está tudo bem”, encerrou o dono de 80 títulos no circuito da ATP, sendo 17 deles em Grand Slam.

Afastado do circuito desde o Masters 1000 de Miami, precisando desistir por causa de um problema no joelho direito, o espanhol já retomou os treinos e prepara a volta para a temporada europeia de saibro. Seu retorno está marcado para o Masters 1000 de Monte Carlo, na próxima semana.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis