Notícias | Dia a dia
Ostapenko perde match points e leva virada em Bogotá
09/04/2019 às 23h46

Ostapenko era o principal nome do torneio na Colômbia

Foto: Arquivo

Bogotá (Colômbia) - Principal nome na disputa do WTA de Bogotá, Jelena Ostapenko decepcionou e não passou da rodada de estreia no saibro da capital colombiana. A letã de 21 anos e 29ª colocada no ranking foi surpreendida pela lucky-loser norte-americana Kristie Ahn, apenas 205ª colocada, que marcou 2/6, 7/6 (7-5) e 7/5 em 2h31.

Campeã de Roland Garros em 2017 e ex-número 5 do mundo, Ostapenko tem apenas seis vitórias na temporada. Ela vem de uma campanha até as oitavas em Charleston, no único torneio em que conseguiu duas vitórias seguidas neste início de ano. Algoz de Ostapenko, Ahn tem como melhor ranking o 105º lugar, alcançado no início do ano passado, e encara nas oitavas a convidada colombiana de 17 anos Maria Camila Osorio Serrano.

Apesar da chuva, que prejudicou bastante o andamento da rodada durante a tarde, a partida não teve tanto atraso, por conta de alguns remanejamentos na programação. A edição de 2019 é a primeira no WTA colombiano com jogos noturnos, graças à instalação de um sistema de iluminação na quadra principal do torneio.

Mesmo cometendo quatro duplas-faltas e sofrendo uma quebra de serviço no set inicial, Ostapenko conseguiu se impor graças às devoluções. A letã só permitiu que Ahn vencesse cinco pontos com o próprio saque e quebrou três vezes o serviço de sua adversária. Primeira a quebrar também no segundo set, a letã abriu 3/0 e chegou a liderar a parcial por 4/2, mas permitiu o empate no oitavo game. Ainda assim, a campeã de Roland Garros esteve a um game da vitória em sets diretos, quando vencia por 5/4 e 6/5.

Depois de a vitória escapar por duas oportunidades, Ostapenko não foi bem no tiebreak. Ahn rapidamente abriu 5-1 e soube manter a vantagem. A norte-americana abriu 2/0 no último set, mas cedeu o empate no quarto game. Com o placar empatado por 4/4, a letã conseguiu uma importante quebra e teve a chance de sacar para o jogo. Ostapenko teve dois match points, mas não os aproveitou e permitiu a reação da rival. Ahn conseguiu a quebra e ganhou confiança para ganhar os dois últimos games da partida.

Em outro jogo também bastante prejudicado pela chuva, a espanhola Lara Arruabarrena teve trabalho para superar a húngara Timea Babos. Cabeça 11 do torneio e campeã em 2012, Arruabarrena lutou por 2h12 para marcar as parciais de 6/7 (7-9), 6/4 e 6/1. Arruabarrena, que está com 27 anos e é 106ª do ranking, enfrenta nas oitavas a italiana Jasmine Paolini.

A rodada desta quarta-feira terá presença brasileira. Beatriz Haddad Maia atua às 13h (de Brasília) pelas oitavas de final de simples. A número 1 do Brasil e 165ª do ranking desafia a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova, número 66 do mundo e atual campeã do torneio. Já pelo torneio de duplas, a paulista Laura Pigossi estreia por volta das 14h, na quadra 1. Pigossi e a mexicana Renata Zarazua encaram as romenas Irina Bara e Elena-Gabriela Ruse.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis