Notícias | Dia a dia
Edberg diz que Federer ainda cria expectativas
12/04/2019 às 12h59

Suíço mantém sede de conquista mesmo aos 37 anos

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Ex-número 1 do mundo, o sueco Stefan Edberg foi um dos nomes importantes do tênis que chegou a trabalhar com Roger Federer durante a larga carreira do suíço, que segue mais firme do que nunca. O dono de 6 títulos de Grand Slam destacou a capacidade do ex-pupilo em manter a motivação e a vontade de evoluir para estar sempre no mais alto nível e brigando pelos principais títulos.

“O que Roger tem feito ultimamente é realmente incrível, ele não é mais um jovem e mesmo nesta reta final de sua carreira consegue criar expectativas em torno de si, fazendo com que todos pensem até onde ele pode chegar. Ele segue determinado, querendo melhorar e na busca por novos desafios, algo difícil de manter por um período tão longo de carreira como a dele”, disse o sueco em entrevista ao Times Now.

Edberg também colocou o espanhol Rafael Nadal em situação similar à de Federer e acredita que o público sentirá falta dos dois quando eles se aposentarem. “A última década teve tenistas extraordinários, foi tipo uma era de ouro, com poucos jogadores vencendo praticamente tudo, algo que nunca foi visto antes”, opinou o sueco de 53 anos.

“Caras como Roger Federer e Rafa Nadal não estarão para sempre por aí e já vemos algumas mudanças, com alguns jogadores jovens surgindo no Canadá, nos Estados Unidos e em outros lugares. Veremos uma grande mudança no futuro. Vai levar algum tempo, talvez uns cinco anos, mas será muito interessante ver qual dos jovens jogadores vai assumir o protagonismo”, comentou.

Para o sueco, alguns nomes que possam herdar o circuito daqueles que dominam atualmente, contando também o sérvio Novak Djokovic nessa equação, já estão por aí, mas levaram um tempo até se consolidarem como dominantes. “Alexander Zverev já mostrou sua força, Denis Shapovalov tem uma boa chance de fazer bom papel, mas eles ainda têm um caminho a percorrer”, encerrou Edberg.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis