Notícias | Dia a dia
Bia valoriza série de vitórias após boa campanha
13/04/2019 às 19h08

Bia venceu cinco jogos seguidos antes da derrota deste sábado

Foto: Divulgação

Bogotá (Colômbia) - Superada na semifinal do WTA de Bogotá, Beatriz Haddad Maia procurou destacar os aspectos positivos de sua campanha. Vinda do qualificatório, a canhota paulista venceu cinco jogos seguidos na competição e passou cerca de 14h em quadra até ser eliminada nese sábado pela jovem norte-americana de 17 anos e 76ª do ranking Amanda Anisimova.

"Apesar da derrota hoje, fiz uma boa semana aqui em Bogotá, com uma boa sequência de jogos. Não foi do jeito que eu esperava, mas bola pra frente, vou seguir trabalhando", disse Bia Haddad Maia após a derrota por 4/6, 7/6 (7-2) e 6/2 em 2h44 de partida na tarde deste sábado na capital colombiana.

Durante a campanha em Bogotá, Bia superou jogadoras importantes como a ex-top 30 Laura Siegemund, a atual campeã Anna Karolina Schmiedlova e a cabeça 7 do torneio Sara Sorribes Tormo, além de ter vencido a mexicana Renata Zarazua e a norte-americana Francesca Di Lorenzo na fase qualificatória. Com a campanha, ela deve sair do atual 165º lugar e ficar entre as 130 melhores do mundo.

Antes mesmo da semifinal, Bia já destacava o bom momento de Anisimova, que é considerada uma das principais promessas para o futuro do tênis norte-americano. "É uma menina nova que joga muito bem e está tendo um ano fantástico no circuito", comentou a respeito de sua algoz.

Anisimova começou o ano como número 95 do mundo e chegou a ocupar o 54º lugar em fevereiro. Em 2019, a jovem norte-americana já chegou às oitavas de final do Australian Open e às quartas em Auckland. A final disputada no saibro colombiano será a segunda de sua carreira, já que ela foi vice-campeã em Hiroshima no ano passado.

"Eu estava esperando um jogo muito difícil, porque ela é muito boa, especialmente no saibro. Então esta é uma grande vitória para mim", disse Anisimova após a partida. "Foi um jogo muito duro, em três sets. Estou muito feliz com a forma como joguei e como superei cada desafio", comenta a jovem norte-americana, que enfrentará a australiana de 23 anos e 138ª colocada Astra Sharma na final do torneio.

Bia segue para a Fed Cup
No próximo fim de semana, Bia defende o Brasil pelo confronto contra a Eslováquia pelos playoffs do Grupo Mundial II da Fed Cup, fora de casa. A equipe nacional ainda contará com Carolina Meligeni Alves, Gabriela Cé, Luisa Stefani e Thaísa Pedretti.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis