Notícias | Dia a dia
Keys é premiada por combate ao bullying
14/04/2019 às 16h29

Keys recebeu cheque de US$ 10 mil para ajudar projeto social

Foto: Divulgação

Charleston (EUA) - Campeã do WTA Premier de Charleston no domingo passado, Madison Keys também recebeu um prêmio fora das quadras. Embaixadora do projeto social FearlesslyGIRL desde 2016, a norte-americana de 24 anos ganhou um cheque de US$ 10 mil para ser investido na instituição.

Chamada 'Player Who Makes a Difference Award' (ou Prêmio à jogadora que faz a diferença), a iniciativa congratulou Keys por seu trabalho de combate ao bullying. Quando não está em competição, a tenista profissional costuma realizar palestras para garotas adolescentes em escolas e fala sobre temas como bullying, raciscmo e assédio.

"Eu amo este torneio. É um dos meus favoritos, e todo ano é o primeiro para o qual me inscrevo. Eu me sinto em casa e vir aqui é sempre incrível", disse Keys durante o jantar de premiação. "Ver Bob [Moran], Eleanor [Adams] e a WTA Charities reconheceram o que estou fazendo é realmente incrível".

O diretor de torneio Bob Moran acrescentou: "O que a Madison faz fora da quadra é muito especial, ela faz a diferença todos os dias. Isso é muito importante. A ex-número 1 do mundo Tracy Austin e outros membros diretivos da WTA também participaram da premiação para a jogadora.

Ótima campanha em Charleston
Durante a campanha para o título em Charleston, Keys passou por três campeãs de Grand Slam. Ela venceu Jelena Ostapenko nas oitavas, Sloane Stephens nas quartas e Caroline Wozniacki na final. A norte-americana também superou a campeã olímpica Monica Puig na semi e a experiente alemã Tatjana Maria. O título rendeu 470 pontos e a fez subir do 18º para o 14º lugar do ranking. A melhor marca da carreira foi o sétimo lugar, alcançado em outubro de 2016.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis