Notícias | Dia a dia
Bellucci consegue nova virada e segue em frente
17/04/2019 às 15h14

Bellucci conseguiu duas vitórias de virada em Túnis

Foto: Arquivo

Túnis (Tunísia) - Em seu segundo compromisso pelo challenger de Túnis, Thomaz Bellucci conseguiu mais uma vitória de virada. Assim como já havia acontecido na última segunda-feira, diante do alemão Daniel Masur, Bellucci começou atrás no placar contra o francês Quentin Halys, mas mostrou poder de reação e venceu com parciais de 1/6, 6/4 e 6/2 em 1h42.

Confira na íntegra a vitória de Bellucci em Túnis

A vitória sobre Halys, sétimo favorito no torneio e número 156 do mundo, foi a nona para Bellucci em torneios challenger na temporada. O principal resultado em simples do experiente paulista de 31 anos foi uma semifinal alcançada no saibro de Santiago em março. Lembrando que Bellucci também vem de bons resultados em duplas neste começo de 2019.

Ex-número 21 do mundo, Bellucci aparece atualmente apenas no 226º lugar do ranking mundial. Por ter vencido dois jogos no torneio, ele já garante sete pontos, podendo receber 15 se chegar às quartas de final. Túnis é um local importante para o canhoto paulista, que venceu na cidade um dos primeiros challengers de sua carreira, em 2008.

O próximo adversário de Bellucci em Túnis será o belga Ruben Bemelmans, canhoto de 31 anos e número 167 do ranking. O brasileiro levou a melhor no único duelo anterior pela elite do circuito, na primeira rodada de Wimbledon em 2016, além de ter vencido três dos quatro encontros válidos por torneios menores.

Bellucci teve dificuldades no primeiro set
O começo de partida não foi bom para Bellucci, que sofreu duas quebras de serviço seguidas e rapidamente viu o rival abrir 5/0. O paulista chegou a salvar um set point para evitar o 'pneu', mas não conseguiu ameaçar o saque do adversário nenhuma vez durante a parcial. Além da perda do primeiro set, Bellucci começou a parcial seguinte salvando três break points no game de abertura, mas não evitaria uma nova quebra dois games mais tarde. Halys vinha mantendo o saque e chegou a liderar por 4/2.

A primeira quebra a favor de Bellucci na partida aconteceu quando Halys estava a dois games da vitória, mas fez dois erros não-forçados e mais duas duplas-faltas para ceder o empate por 4/4 no placar. Mais confiante, o paulista fez um boma game de serviço e apostou em devoluções profundas para voltar a quebrar. Bellucci pressionou o segundo saque do aversário no terceiro set e criou sete oportunidades de quebra, aproveitando três dessas chances para dominar a parcial decisiva da partida.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis