Notícias | Dia a dia
Nadal bate Dimitrov e soma 70 vitórias em Mônaco
18/04/2019 às 11h27

Monte Carlo (Mônaco) - Recordista absoluto de conquistas no Masters 1000 de Monte Carlo, o espanhol Rafael Nadal alcançou sua vitória de número 70 no torneio nesta quinta-feira. A vítima do 11 vezes campeão foi o búlgaro Grigor Dimitrov, que fez uma boa apresentação, mas não o suficiente para evitar a derrota, caindo com parciais de 6/4 e 6/1, depois de 1h34 de partida.

Esta foi a 17ª vitória consecutiva do atual vice-líder do ranking no saibro monegasco, ainda distante de sua maior sequência em Mônaco. Nadal chegou a conquistar 46 triunfos seguidos no evento, que começou com a campanha de sua primeira conquista, em 2005, e foi só terminar com a queda na final de 2013, superado pelo sérvio Novak Djokovic.

Classificado para as quartas de final, o canhoto de Mallorca terá agora pela frente o argentino Guido Pella, atual campeão do Brasil Open, que mais cedo deixou pelo caminho o italiano Marco Cecchinato, cabeça de chave número 11, com vitória por 2 sets a 1. Será a terceira vez que o tenista de Bahia Blanca enfrentará Nadal, que levou a melhor nos dois embates anteriores, um no saibro e outro na quadra dura.

Veja como foi o jogo

O vento continuou forte em Monte Carlo e trouxe problemas de adaptação aos tenistas. O uso do topspin certamente ajudou mais Nadal, que começou muito bem a partida, distribuindo bolas e mantendo ataque ao backhand do búlgaro. Abriu 3/1 e 4/2, mas o primeiro saque que falhou muito e uma certa pressa permitiram o empate. Dimitrov fez grandes lances junto à rede, porém acabou vítima de três 'madeiradas' de forehand para perder o set. Curiosamente, Nadal errou mais que o adversário: 14 a 9.

Dimitrov continuou com índice muito baixo de primeiro saque em quadra, beirando sempre os 38%; esse é um golpe fundamental no seu estilo. Nadal fez o búlgaro jogar sempre, explorou o backhand nos pontos importantes e obteve quebra já no segundo game, abrindo depois 4/1. O búlgaro ainda tentou ser agressivo nos games finais, mas já era tarde, porque a confiança já tinha ido embora.

A estatística mostrou 13 winners a 11 para o búlgaro e 21 erros para cada lado. Nadal acertou 55% do primeiro saque, ainda baixo, mas ganhou 88% desses pontos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis