Notícias | Dia a dia
Fognini vence Zverev e faz melhor campanha do ano
18/04/2019 às 14h08

Monte Carlo (Mônaco) - O Masters 1000 de Monte Carlo pode servir como um divisor de águas para o italiano Fabio Fognini nesta temporada. Depois de começar mal o ano, com apenas quatro vitórias em oito eventos, ele já está nas quartas de final no saibro monegasco, conquistando a vaga com uma bela vitória, nesta quinta-feira, sobre o alemão Alexander Zverev, marcando placar final de 7/6 (8-6) e 6/1, em uma hora e meia de disputa.

A campanha desta semana é a melhor do italiano em 2019, conseguindo pela primeira vez embalar três vitórias consecutivas, ainda que tenha superado a segunda rodada graças a uma desistência do francês Gilles Simon. Ele também havia alcançado as quartas em Auckland, na primeira semana do ano, mas saiu avançado e precisou de apenas um triunfo para obter tal feito.

Por pouco Fognini também não se deu mal em Mônaco, chegando a estar perdendo por 6/4 e 4/1 na primeira rodada contra o russo Andrey Rublev. O italiano se recuperou na partida, venceu de virada e depois embalou de vez no torneio. Seu triunfo sobre Zverev foi o sexto da carreira contra um top 5 e o 13º ante adversários que estão no top 10.

O primeiro set da partida entre o italiano e o jovem alemão foi disputadíssimo; teve uma quebra para cada lado e foi decidido em um apertado tiebreak, que foi vencido por Fognini. Na segunda parcial, o atual 18 do mundo manteve o nível alto e se aproveitou de alguns vacilos de Zverev, quebrando o saque do rival duas vezes para sacramentar a vitória. O italiano terminou com menos erros não forçados (24 a 15) e bem mais bolas vencedoras (19 a 11).

Coric aproveita chave aberta

Nono mais bem cotado ao título, o croata Borna Coric se aproveitou da eliminação de Kei Nishikori, quinto favorito, e carimbou seu passaporte para as quartas de final. Algoz do japonês na fase anterior, o francês Pierre-Hugues Herbert não foi muito mais longe e parou diante do rival de 22 anos, que levou a melhor em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2, em 1h41 de partida.

Coric desafiará justamente Fognini por um lugar na semi. Será a segunda vez que eles medirão forças no circuito e o italiano fez valer a maior experiência no único embate até então, triunfando nas quartas de final do ATP 250 de Umag, cinco anos atrás.

Para alcançar sua terceira vitória no torneio, a primeira sem perder sets, o croata tratou de obter uma quebra logo no começo, batendo o saque de Herbert já no terceiro game. Ele salvou dois breaks na sequência e depois administrou a vantagem até o fim. Na segunda parcial Coric teve ainda menos trabalho; chegou a vencer cinco games seguidos e selou a vitória sem sustos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis