Notícias | Dia a dia
Ostapenko abre Fed Cup na sexta, Kerber é desfalque
18/04/2019 às 15h56

Ostapenko e Goerges são as principais atrações do confronto em Riga

Foto: Paul Zimmer/ITF

Riga (Letônia) - Os playoffs valendo vaga no Grupo Mundial da Fed Cup de 2020 darão a largada nesta sexta-feira. O confronto entre Letônia e Alemanha, disputado nas quadras duras e cobertas de Riga, foi antecipado em um dia em relação às demais eliminatórias realizadas durante o fim de semana.

O primeiro jogo da série terá duas ex-integrantes do top 10. A campeã de Roland Garros em 2017 Jelena Ostapenko entra em quadra às 10h (de Brasília) para encarar a experiente alemã de 31 anos e atual 71ª do ranking Andrea Petkovic. A jovem letã de 21 anos e 29ª colocada levou a melhor nos dois duelos anteriores.

Sem poder contar com a número 13 do mundo Anastasija Sevastova no confronto, a Letônia terá de apostar na jogadora de 26 anos e 267ª colocada Diana Marcinkevica, que terá a missão de desafiar a experiente alemã de 30 anos e 17ª do ranking Julia Goerges no segundo jogo de sexta-feira.

Três jogos acontecem no sábado, a começar pelo duelo entre Ostapenko e Goerges, previsto novamente para às 10h. Na sequência Marcinkevica enfrentará Petkovic. Em eventual decisão na partida de duplas, Ostapenko deverá se juntar a Daniela Vismane para encarar Mona Barthel e Anna-Lena Groenefeld. O time letão ainda tem Patricija Spaka no plantel.

Kerber é desfalque de última hora
A equipe alemã da Fed Cup perdeu sua principal jogadora uma dia antes do início da disputa. A ex-número 1 do mundo e atual quinta colocada Angelique Kerber não poderá participar do confronto por estar gripada nos últimos dias. "Estou desapontada e triste por não jogar a Fed Cup contra a Letônia por motivos de saúde", disse Angelique Kerber, em comunicado divulgado no site da Federação Alemã de Tênis (DTB).

"Infelizmente, por causa da gripe, eu não consegui uma autorização médica e terei que fazer uma pausa para os próximos dias. Mesmo que eu não possa estar lá, estou em contato com a equipe e desejo o melhor às meninas em Riga", acrescenta a experiente jogadora de 31 anos, que tenta se recuperar a tempo de disputar o forte WTA Premier de Stuttgart na semana que vem, abrindo a temporada de saibro.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis