Notícias | Dia a dia
Menezes e Wild caem nas oitavas no saibro mexicano
18/04/2019 às 19h59

Menezes perdeu um duelo equilibrado diante de rival francês

Foto: Arquivo

San Luis Potosi (México) - As participações de João Menezes e Thiago Wild no challenger mexicano de San Luis Potosi chegaram ao fim nesta quinta-feira. Depois passarem por duas rodadas, os dois foram eliminados nas oitavas de final do torneio de US$ 54 mil disputado no saibro.

Suspensão volta a valer e Feijão abandona torneio

Menezes fez uma equlibrada partida de três sets e 2h04 contra o francês Alexandre Muller, número 330 do mundo, que terminou com vitória francesa por 3/6, 6/3 e 6/4. Embora tenha criado doze break points no jogo, o mineiro aproveitou apenas três chances e teve seu serviço quebrado quatro vezes pelo rival, que teve só cinco oportunidades de quebra.

Atual 372º colocado no ranking da ATP, Menezes atingiu seu recorde pessoal em agosto do ano passado, quando chegou ao 292º lugar. Por ter vencido dois jogos, um deles sobre o cabeça 7 sérvio Pedja Krstin, o mineiro de 22 anos faz sete pontos no ranking. Ele não defende resultados nesta semana, mas tem cinco pontos a descartar no dia 29 de abril e mais oito a defender em maio.

Por sua vez, Thiago Wild teve poucas chances na partida de 1h12 contra o veterano espanhol de 33 anos e número 137 do mundo Adrian Menendez-Maceiras. Segundo cabeça de chave do torneio, Menendez-Maceiras sequer enfrentou break points na vitória por 6/4 e 6/2 sobre o jovem paranaense de 19 anos.

Wild está atualmente com o melhor ranking da carreira, ao ocupar o 382º lugar na ATP e deve melhorar ainda mais essa marca. Depois de descontar um ponto no ranking em maio, o paranaense só voltará a defender resultados no mês de outubro. Este foi o sexto torneio que Wild disputou na temporada, com destaque para sua participação no Brasil Open, em São Paulo, onde conquistou sua primeira vitória na elite do circuito.

Feijão é suspenso, Sakamoto encara favorito
Também nesta quinta-feira, o paulista João Souza, o Feijão, acabou abandonando a disputa por conta da suspensão imposta pela Tennis Integrity Unit (TIU). Ele enfrentaria o chileno Marcelo Tomas Barrios Vera pelas oitavas. Dessa forma, o único brasileiro sobrevivente na chave é Pedro Sakamoto. O paulista de 25 anos e que ocupa o 480º lugar no ranking terá uma difícil missão diante do cazaque Alexander Bublik, principal cabeça de chave do torneio e número 100 do mundo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis