Notícias | Dia a dia
Djoko lamenta derrota, mas prioriza Roland Garros
19/04/2019 às 15h53

Próximo compromisso do sérvio será o Masters 1000 de Madri

Foto: Divulgação

Monte Carlo (Mônaco) - Eliminado ainda nas quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, Novak Djokovic lamentou a derrota sofrida nesta sexta-feira para o russo Daniil Medvedev. No entanto, o líder do ranking mundial lembra que o torneio monegasco foi apenas o primeiro de sua temporada de saibro e reforça a prioridade em buscar seu segundo título de Roland Garros.

Medvedev bate Djokovic e anota sua maior vitória

"Roland Garros é o objetivo final no saibro. Eu espero estar no meu auge durante aquele torneio, porque é isso que eu estou querendo", disse Djokovic após a derrota por 6/3, 4/6 e 6/2 para Medvedev nesta sexta-feira. "Este foi apenas o primeiro torneio no saibro e temos uma longa temporada pela frente. Vamos ver como acontece".

Campeão nos três últimos Grand Slam, o sérvio também minimizou o fato de ter sofrido com eliminações precoces nos Masters 1000 de Indian Wells e Miami antes de chegar a Mônaco. "Talvez eu não tenha a mesma consistência de resultados dos últimos anos, mas estou jogando o meu melhor nos Grand Slam, e é o que pretendo fazer".

A respeito da derrota para Medvedev, Djokovic fez questão de enaltecer a grande partida do jovem algoz russo. "Ele tem um backhand muito sólido e não comete muitos erros. As bolas dele vêm baixas e profundas. Em um dia de vento, como hoje, é difícil encontrar o ritmo e ele próprio também não dá muito ritmo", avalia o número 1 do mundo.

"Ele tem um grande saque. Seu forehand pode ser efetivo, mas ele também pode cometer erros daquele canto, então o backhand é obviamente o mais sólido. Mas ele melhorou muito seu movimento desde o ano passado. Ele definitivamente merece estar onde está", complementou o sérvio, sobre a franca evolução de Medvedev, que está com apenas 22 anos e já é número 14 do mundo.

Djokovic só deverá voltar ao circuito no Masters 1000 de Madri, que começa no dia 5 de maio. O sérvio já foi campeão no saibro da capital espanhola em 2011 e 2016. Na semana seguinte, ele atuará em Roma, onde já levantou o troféu quatro vezes. O segundo Grand Slam da temporada dá a largada no dia 26 de maio.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis