Notícias | Dia a dia
Fognini sai do buraco e conquista linda virada
19/04/2019 às 15h57

Monte Carlo (Mônaco) - Mais uma vez Fabio Fognini mostrou tudo o que é capaz de fazer em uma quadra de tênis. O italiano teve um início de jogo desleixado e com problemas físicos, perdeu o primeiro set para o croata Borna Coric, mas conseguiu se recuperar e levou a melhor na última partida desta sexta-feira no Masters 1000 de Monte Carlo, anotando parciais de 1/6, 6/3 e 6/2.

O italiano deu show em todos os sentidos. Primeiro com as dores no braço direito, pedindo sucessivos atendimentos médicos e enfaixando o cotovelo. Depois foi a vez de brilhar em quadra, se soltando pouco a pouco até conquistar a vitória de virada. Nas semifinais, ele enfrentará o espanhol Rafael Nadal, que após dois anos voltou a ter algum trabalho para avançar no torneio.

Após levar um grande susto na estreia, chegou a estar perdendo por 6/4 e 4/1 contra o russo Andrey Rublev, ele deslanchou no evento. Nas oitavas, Fognini derrubou o alemão Alexander Zverev e com o triunfo desta sexta garante sua primeira semifinal do ano. Antes de pisar no saibro monegasco, o italiano tinha apenas quatro vitórias em oito eventos.

Saiba como foi Fognino construiu a virada

Sentindo problemas no braço direito, Fognini impôs pouquíssima resistência no primeiro set e foi facilmente dominado pelo rival croata, que aproveitou a situação para tomar conta da partida. O italiano recebeu atendimento médico mais de uma vez, mas nada surtiu efeito e ele acabou vencendo apenas um game na parcial.

A situação mudou para o segundo set, em que o italiano esteve mais bem calibrado com os golpes, ainda que errando mais no começo. Coric chegou a abrir 2/0, depois disso Fognini foi quem deu as cartas. Jogando solto, ele não apenas devolveu a quebra, mas faturou seis dos sete games seguintes para empatar o jogo.

Uma quebra logo na largada da terceira parcial deixou o tenista de 31 anos mais perto da próxima rodada. Embalado pela torcida, ele ampliou a vantagem sexto game e rumou para sua sétima vitória no ano, três delas em Monte Carlo. Fognini entrou no torneio como o 97º melhor de 2019 e vai sair como 25º ou 26º, dependendo do resultado do sérvio Dusan Lajovic, que está na semi do outro lado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis