Notícias | Dia a dia
Fognini brilha na semi e impõe rara derrota a Nadal
20/04/2019 às 12h19

Monte Carlo (Mônaco) - De nada adiantaram os 11 títulos conquistados pelo espanhol Rafael Nadal no Masters 1000 de Monte Carlo na semifinal deste sábado com o italiano Fabio Fognini, que se mostrou em um dia inspirado para conseguir sua quarta vitória em 15 jogos contra o canhoto de Mallorca, anotando parciais de 6/4 e 6/2 depois de 1h36 de partida.

Na decisão, Fognini enfrentará o surpreendente sérvio Dusan Lajovic, que na primeira semi do dia derrubou o russo Daniil Medvedev para chegar a sua primeira final na ATP. Será a primeira vez que os dois irão medir forças no circuito. 

Fazendo apenas sua terceira semifinal de Masters da carreira, o italiano de 31 anos e atual 18 do mundo havia perdido as outras duas que disputara, a primeira delas também no saibro monegasco, em 2013, superado pelo sérvio Novak Djokovic, e a outra em Miami, dois anos atrás, quando parou justamente em Nadal.

Vindo de uma sequência de 18 vitórias seguidas com 25 sets de invencibilidade, o atual vice-líder da ATP sofreu apenas sua quinta derrota na competição para o quarto oponente diferente. A primeira delas veio em 2003, sua estreia no evento, diante do argentino Guillermo Coria. Também o venceram em Mônaco o compatriota David Ferrer (2014) e o sérvio Novak Djokovic, que o superou em 2013 e repetiu o feito em 2015, última vez que Nadal perdera por lá.

Dono de 418 vitórias o saibro, Nadal perdeu apenas pela 37ª vez em seu piso favorito, a terceira delas para Fognini, que já havia superado o ex-número 1 do mundo em Barcelona e no Rio Open, ambas em 2015. O outro triunfo do italiano veio naquele mesmo ano, numa virada espetacular no US Open depois de perder os dois primeiros sets.

Fognini quebra série de 25 sets seguidos de Nadal

O primeiro set, debaixo de rajadas fortes de vento, foi uma gangorra. Fognini começou bem o jogo, coisa rara, e quebrou logo de cara, mas aí baixou a intensidade e Nadal virou para 3/1. Não sustentou a vantagem e foi sempre mais burocrático, investindo basicamente nos topspins da base. O italiano ousou mais, tentou variações com curtas e voleios, e por isso liderou o set tanto em winners (10 a 5) como em erros (16 a 12). Nadal jogou um péssimo nono game, com falhas básicos de forehand, e Fognini não deixou a chance escapar, ainda que tenha tido sorte com bola na fita no 30-30.

Italiano quase anota 'pneu' em Nadal

Fognini ganhou confiança de vez e fez um segundo set praticamente impecável. Enquanto Nadal tentava a qualquer custo investir nas trocas de bola, o italiano arriscou sempre, esteve muito feliz nas paralelas dos dois lados e encurralou o espanhol. Sacando para um incrível 'pneu', o italiano abriu 40-0 e só então se apressou e tentou um winner difícil. Sem mais nada a perder, Nadal finalmente bateu com vontade na bola e se safou.

O jogo ficou obviamente tenso quando o espanhol diminuiu para 5/2, mas Fognini voltou a ser muito preciso nas suas bolas profundas e fechou a grande vitória com outro paralela. Terminou sua notável atuação com 21 winners diante de apenas 10.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis