Notícias | Dia a dia
Nadal diz ter feito pior jogo no saibro em 14 anos
20/04/2019 às 16h45

Monte Carlo (Mônaco) - Derrotado apenas pela quinta vez na carreira no Masters 1000 de Monte Carlo, o espanhol Rafael Nadal saiu bastante desgostoso com o que apresentou em quadra neste sábado contra o italiano Fabio Fognini, que se tornou apenas o quarto jogador a derrubar o canhoto de Mallorca na competição e o quarto a vencê-lo pelo menos três vezes sobre o saibro.

“É difícil explicar o que aconteceu, sem dúvida foi um dia muito ruim e uma oportunidade perdida. Diria que foi minha pior partida sobre o saibro nos últimos 14 anos. É muito complicado extrair algo positivo deste encontro, foi um daqueles dias que tudo sai errado”, lamentou o 11 vezes campeão na terra batida monegasca, onde não perdia desde a semifinal de 2015.

“Perdi para um jogador que foi melhor, realmente mereci ser derrotado. Joguei um tênis muito ruim contra um cara muito bom como Fabio e por isso é normal acabar perdendo. Foi isso que aconteceu hoje. Venho de muito tempo parado após algumas lesões e isso mexe com a fortaleza mental. Minhas últimas lesões me geraram uma instabilidade. Não é fácil lidar com as coisas que estão sucedendo”, avaliou o atual número 2 do mundo.

Ainda em busca de um melhor ritmo, Nadal acredita que vá melhorar com o tempo e conforme os torneios forem chegando. “Sinto que agora estou a 70% de meu melhor nível. Nesta situação, tudo pode acontecer. Só ganhei todas as coisas que ganhei porque estava jogando 90% ou 100%”, observou o espanhol, que por pouco não levou um ‘pneu’ de Fognini no último set.

“Tive a sorte de vencer esses dois games e evitar uma pontuação ainda pior, mas o resultado não mudou praticamente nada. Sinceramente, não estava pensando muito nisso e sim no mal que estava jogando”, disse Nadal, que na próxima semana tentará o 12º título no ATP 500 de Barcelona.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis