Notícias | Dia a dia
Alemãs garantem permanência na elite da Fed Cup
20/04/2019 às 19h30

Riga (Letônia) - Mesmo jogando fora de casa, a equipe alemã conseguiu superar as letãs no piso duro da Arena Riga. Depois de vencer os dois primeiros jogos da série, antecipados para a sexta-feira, as germânicas fecharam o confronto neste sábado com o triunfo de Mona Barthel, que superou a atleta da casa Jelena Ostapenko com parciais de 6/4 e 6/3.

Com a vitória de Barthel, cada um dos pontos da Alemanha foi anotado por uma jogadora diferente, já que no primeiro dia a equipe contou com triunfos de Andrea Petkovic e Julia Goerges. A quarta partida de simples deste sábado não foi disputada e o ponto de honra letão veio na dupla de Ostapenko com Daniela Vismane, batendo Pektovic e Anna-Lena Groenefeld com 6/1 e 6/3.

"Sabia que estava aqui como suporte para o time", disse Barthel, que entrou no lugar de Goerges e aproveitou a chance para se consagrar. "Estava mais inteira fisicamente e deixei claro para o capitão que estava pronta para jogar se fosse preciso, mas não esperava ser chamada", comentou a atual número 90 do mundo, que acabou sendo a responsável pelo ponto decisivo.

Tchecas abrem 2 a 0 sobre canadenses

Sem poder contar com suas duas principais jogadoras, a jovem Bianca Andreescu e a ex-top 5 Eugenie Bouchard, a equipe canadense foi presa fácil para as tchecas no primeiro dia do playoff do Grupo Mundial I. A local Karolina Muchova abriu os trabalhos em Prostejov e bateu Rebecca Marino com parciais de 6/3 e 6/0, em 1h15 de jogo. Na sequência, Marketa Vondrousova ampliou a vantagem tcheca, gastando somente 71 minutos para derrubar Laylah Annie Fernandez com 6/4 e 6/1.

Muguruza perde, mas Espanha consegue empate

Única top 20 envolvida no embate entre as anfitriãs belgas e as espanholas, Garbiñe Muguruza não fez valer o ranking e viu o fator casa ser mais importante no seu duelo com Kirsten Flipkens, que levou a melhor sobre a atual número 19 do mundo em batalha de três sets e 2h08 de duração, marcando parciais de 6/3, 3/6 e 6/4. Quem salvou o dia da ‘Armada’ foi Carla Suárez, que superou Alison van Uytvanck por 2 a 0, com placar final de 6/3 e 6/2.

Stephens salva o dia em San Antonio

Mesmo contando com duas top 20 contra uma equipe cuja melhor representante é apenas a 80ª do mundo, as norte-americanas levaram um susto das suíças no primeiro dia do confronto pelo playoff do Grupo Mundial I. Madison Keys foi surpreendida por Viktorija Golubic na primeira partida e caiu com parciais de 6/2 e 6/3, em 1h21 de jogo. Coube então a Sloane Stephens salvar o sábado, derrotando Timea Bacsinszky por 2 sets a 0, com placar de 6/4 e 6/3, para assim empatar a série.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis