Notícias | Dia a dia
Barty coloca a Austrália de volta na final após 26 anos
21/04/2019 às 08h58

Brisbane (Austrália) - Sete vezes campeãs das Fed Cup, as australianas não disputavam uma final da competição desde 1993. Jogando em casa, coube a Ashleigh Barty conduzir as anfitriãs contra as bielorrussas, venceu todas as partidas que disputou e assegurou os três pontos necessários para garantir seu time na decisão.

O primeiro deles veio no fim da rodada de sábado, em que Barty superou Victoria Azarenka para garantir o 1 a 1. Neste domingo ela voltou a brilhar, triunfando no começo e no fim do dia. A atual número 9 do mundo (tanto em simples como nas duplas) garantiu vantagem para seu país ao marcar duplo 6/2 para cima de Aryna Sabalenka.

Azarenka voltou a deixar tudo igual ao derrotar Samantha Stosur com um duplo 6/1 arrasador, levando a definição para as duplas. Australianas e bielorrussas repetiram as jogadoras dos jogos de simples e a vitória no jogo decisivo acabou nas mãos da equipe da casa. Barty e Stosur superaram Azarenka e Sabalenka com 7/5, 3/6 e 6/2.

“Foi muito especial a maneira como fomos para a partida de duplas. Tivemos clareza de jogo e isso nos ajudou nos momentos importantes; assim conseguimos dar nosso melhor. Além do mais, você está vestindo esse uniforme verde e dourado, que é muito especial. Ser capaz de fazer tudo isso e compartilhar com o time é fantástico”, comemorou Barty.

Heroína do fim de semana, Barty também havia brilhado na rodada anterior da Fed Cup, também vencendo seus três jogos na série contra os Estados Unidos. Com isso, ela se tornou a primeira tenista a vencer todas as suas partidas rumo à final desde que o atual formato da competição entrou em vigor em 1995.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis