Notícias | Dia a dia
Fognini quer comemorar sem pensar no amanhã
21/04/2019 às 18h40

Monte Carlo (Mônaco) - Pela primeira vez na carreira o italiano Fabio Fognini conquistou um título de Masters 1000, vencendo a final de Monte Carlo neste domingo contra o sérvio Dusan Lajovic. Entusiasmado por seu principal troféu da carreira, o atual 18 do mundo quer curtir o momento e só pensar em sua sequência de torneios no circuito a partir de segunda-feira.

“Estou pensando em Monte Carlo neste momento, pois quero aproveitar para curtir o troféu conquistado com meus amigos e minha família. Amanhã começa uma nova semana, só aí vou começar a pensar no meu próximo torneio e na minha próxima partida”, disse Fognini, que terá como próximo compromisso o ATP 500 de Barcelona.

O italiano é o cabeça de chave 8 no saibro catalão e por isso entra direto na segunda rodada, esperando o vencedor do duelo entre o convidado da casa Nicola Kun e um tenista vindo do quali. “Espero estar em boas condições e ter uma boa chave, mas isso não é preocupação neste exato momento. Acreditem em mim”, brincou o campeão em Mônaco.

Apesar da conquista, tendo superado o espanhol Rafael Nadal na semi, Fognini sabe que o canhoto de Mallorca segue como o maior candidato ao título em Barcelona. “O favorito continua sendo Rafael Nadal e não sou o único que diz isso. Ele venceu lá não sei quantas vezes e será o favorito em todas as semanas que jogar nesta superfície”.

Fognini rememorou sua grande campanha nesta semana e não deixou de destacar a vitória sobre o número 2 do mundo. “Na semi eu joguei meu melhor tênis, do começo ao fim. Contra Rafa, todos sabem que precisam fazer isso se quiserem ter uma chance”, falou o atleta de 31 anos, que também não esqueceu do começo trôpego que teve em Monte Carlo.

“Tive sorte na minha primeira partida e também na segunda. A partir de então passei a jogar muito bem e acredito quer feito uma grande partida contra Sascha (Zverev). Contra Borna (Coric) foi duro, pois jogamos tarde e estava mais frio do que o normal”, encerrou o campeão na terra batida do Principado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis