Notícias | Dia a dia
Zverev leva virada e amarga nova derrota precoce
23/04/2019 às 13h38

Barcelona (Espanha) - Assim como aconteceu na semana passada, quando não passou da terceira rodada em Monte Carlo, superado pelo italiano Fabio Fognini, o alemão Alexander Zverev amargou mais uma eliminação prematura, desta vez no ATP 500 de Barcelona. Cabeça de chave número 2, ele foi superado pelo chileno Nicolas Jarry, nesta terça-feira, de virada e com placar final de 3/6, 7/5 e 7/6 (7-5), em batalha de 2h33.

Zverev pegou um convite de última hora no torneio catalão para buscar mais ritmo, só que a ideia acabou não surtindo tanto efeito. Entrando direto na segunda rodada, ele até que começou bem contra Jarry e venceu o primeiro set, mas com o passar do jogo foi abusando do direito de errar e acabou vendo o rival se recuperar e ficar com a vaga nas oitavas de final.

Superado pelo local Marcel Granollers na última rodada do quali, Jarry entrou na chave como lucky-loser e logo na estreia reencontrou o espanhol, conseguindo a revanche. Com mais uma vitória, desta vez sobre o número 3 do mundo, ele espera agora por quem passar do confronto envolvendo o búlgaro Grigor Dimitrov, outro convidado da organização e 13º pré-classificado, e o espanhol Fernando Verdasco.

Ramos e Kuhn completam festa da casa na 1ª rodada

Mais dois representantes locais avançaram nesta terça-feira em Barcelona e se juntaram ao veterano David Ferrer na segunda rodada. Um deles é o também experiente Albert Ramos, que veio do quali e passou sem grandes sustos pelo britânico Cameron Norrie, marcando duplo 6/2 em apenas 56 minutos. Ele enfrentará o russo Daniil Medveddev na próxima fase.

O outro espanhol vitorioso no dia foi o jovem Nicola Kuhn, que aproveitou o convite da organização e bateu o quali argentino Federico Delbonis na estreia, precisando de 2h29 para selar a vitória, anotada com o placar final de 7/6 (7-3), 4/6 e 6/2. Na segunda rodada, o tenista de 19 enfrentará o italiano Fabio Fognini, que chega embalado após o título do Masters 1000 de Monte Carlo.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis