Notícias | Dia a dia
Ferrer arrasa Pouille e vence a 30ª em Barcelona
24/04/2019 às 10h27

Barcelona (Espanha) - A penúltima etapa da despedida do espanhol David Ferrer ganhou um capítulo. Nesta quarta-feira, ele garantiu vaga nas oitavas de final do ATP 500 de Barcelona ao bater o nada inspirado Lucas Pouille, que jogou muito mal e acabou dominado pelo veterano de 37 anos, caindo com parciais de 6/3 e 6/1, em 1h16 de disputa.

Ferrer poderá dar adeus ao saibro catalão em uma grande partida contra o compatriota Rafael Nadal, que não só venceu o torneio 11 vezes, mas também que dá nome à quadra central. Contudo, o número 2 do mundo precisa primeiro confirmar o favoritismo para cima do argentino Leonardo Mayer, garantindo assim um clássico caseiro na próxima rodada.

O triunfo de número 30 em Barcelona do atual 155 do mundo foi mais tranquila do que o esperado, principalmente por causa de Pouille, que estava descalibrado em quadra. O francês cometeu 40 erros não forçados, contra 17 de Ferrer e sequer conseguiu compensar nas bolas vencedoras, também perdendo para o espanhol que terminou com 12 contra nove do rival.

Medvedev cede set, mas segue em frente

Semifinalista em Monte Carlo, onde deixou pelo caminho o sérvio Novak Djokovic, o russo Daniil Medvedev abriu sua campanha em Barcelona diante do atleta da casa Albert Ramos, que chegou a dar um susto no sétimo favorito e venceu um set; mas no fim das contas quem levou a melhor foi o atual 14 do mundo, que marcou parciais de 6/3, 2/6 e 6/1.

Em busca de um lugar nas quartas de final, Medvedev medirá forças com o norte-americano Mackenzie McDonald, responsável pela eliminação do francês Gilles Simon, 11º pré-classificado, triunfando em sets diretos e com o placar final de 6/3 e 6/2. Atual 61 do mundo, ele perdeu para o russo nas outras duas vezes em que se cruzaram, ambas em pisos duros.

Aliassime supera a estreia

Cabeça de chave 16, o canadense Felix Auger-Aliassime passou pela estreia no evento espanhol. Ele teve pela frente o tunisiano Malek Jaziri e conseguiu triunfar em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/6 (9-7), garantindo uma vaga nas oitavas de final. Seu próximo oponente será o japonês Kei Nishikori, campeão em 2014 e 2015.

 

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis