Notícias | Dia a dia
Mesmo irregular, Nadal bate Mayer e avança
24/04/2019 às 12h51

Barcelona (Espanha) - A estreia do espanhol Rafael Nadal no ATP 500 de Barcelona, onde já conquistou 11 títulos, foi bem abaixo do esperado. Entretanto, ele conseguiu fazer o suficiente para superar o argentino Leonardo Mayer, que deu susto e saiu na frente ao levar o primeiro set, mas no fim acabou mesmo superado pelo vice-líder do ranking e caiu com o placar final de 6/7 (7-9), 6/2 e 6/4, após 2h49 de batalha.

Principal favorito ao título na competição, Nadal terá um duelo 100% espanhol pela frente. Seu adversário nas oitavas de final será o veterano compatriota David Ferrer, que faz no saibro catalão seu penúltimo torneio como profissional, vencendo duas partidas já, a última delas também nesta quarta-feira, quando superou sem sustos o francês Lucas Pouille.

O número 2 do mundo viu ruir sua sequência de sets vencidos em Barcelona, parando em 30, mas ampliou a série de vitórias, alcançando a 16ª seguida. A última vez que ele perdeu no evento foi nas oitavas de 2015, superado pelo italiano Fabio Fognini, justamente o mesmo que o derrotara no Masters 1000 de Monte Carlo.

Com a virada conquistada sobre Mayer, que pela segunda vez na carreira chegou a sair na frente de Nadal, repetindo o feito do US Open de 2017, o espanhol evitou o que seria sua primeira derrota em estreias no saibro desde 2008, quando não passou do primeiro jogo no Masters 100 de Roma, superado pelo compatriota Juan Carlos Ferrero.

Nadal perde set-points e sai atrás

Apesar de demonstrar uma irregularidade fora do comum, o canhoto de Mallorca teve suas chances no primeiro set. Ele conquistou uma quebra no oitavo game e sacou em seguida para fechar, mas foi mal e saiu de 0-40, até salvou o primeiro break-point, só que não resistiu ao segundo e perdeu o serviço. O espanhol ainda teve um set-point na sequência, no saque de Mayer, e novamente deixou a chance escapar.

O tiebreak foi o melhor momento do set, ainda que tenha visto jogadas irregulares dos dois jogadores. Até ver Mayer fazer 4-2, Nadal estava passivo. Aí passou a bater com determinação e virou o placar, chegando a novo set-point, que o argentino salvou com notável backhand na paralela. Em seguida, Mayer foi agressivo logo nas primeiras bolas e conseguiu fechar. Foram 14 winners de Mayer contra apenas 5 de Rafa, que errou um pouco menos (16 a 19).

Virada apesar dos altos e baixos

Nadal mostrou confiança para desta vez não deixar escapar o set-point, o que não conseguiu no primeiro set. Cada jogador conseguiu 6 winners no set, um número baixo, mas os erros foram menos expressivos (12 de Nadal diante de 14), o que mostra melhoria da qualidade técnica. Importante para o espanhol foi subir o acerto de primeiro saque para 61%, vencendo 76% desses pontos.

Mayer conseguiu equilibrar o terceiro set por pouco tempo. Logo no quinto game, errou um voleio absurdamente fácil, que lhe daria 40-15, e daí em diante se perdeu no jogo. Voltou a falhar junto à rede, cedendo mais uma quebra, e Nadal não teve dificuldade para fechar. Estatística final da partida deu 20 winners a Nadal contra 25, mas mostra que o espanhol cometeu 36 erros (sendo 16 de forehand) diante de 41.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis