Notícias | Dia a dia
Nadal elimina Ferrer e vence a 60ª em Barcelona
25/04/2019 às 12h38

Barcelona (Espanha) - Os espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer se enfrentaram pela 32ª vez no circuito e pela 26ª vez quem levou a melhor foi o canhoto de Mallorca, que derrotou o compatriota nesta quinta-feira pelas oitavas de final do ATP 500 de Barcelona, triunfando em sets diretos com o placar final de 6/3 e 6/3, após 1h58 de confronto. Dono de 11 títulos no torneio, o vice-líder do ranking alcançou sua 17ª vitória consecutiva na competição.

Nas quartas de final, o canhoto de Mallorca enfrentará o vencedor da partida entre o grego Stefanos Tsitsipas e o alemão Jan-Lennard Struff. O atleta da casa já encarou o jovem grego três vezes, a primeira delas na decisão do ano passado no saibro catalão, e venceu todas, a mais recente nas semifinais do Australian Open desta temporada. Caso o adversário seja o germânico de 28 anos e atual 51 do mundo, o duelo será inédito.

Esta foi a vitória de número 60 de Nadal em Barcelona, onde sofreu apenas três derrotas. O compatriota Alex Corretja foi o primeiro a vencê-lo no torneio, na segunda rodada de 2003, ano em que Rafa fazia sua estreia no evento. Outro espanhol foi o segundo a derrubá-lo, apenas 11 anos depois, quando Nicolas Almagro venceu o atual número 2 do mundo nas quartas. Fechando a lista aparece o italiano Fabio Fognini, algoz do espanhol em 2015.

Com a aposentadoria marcada para o Masters 1000 de Madri, daqui menos de duas semanas, Ferrer se despede do saibro catalão com uma honrosa apresentação. Ao vencer seus dois jogos anteriores ele chegou à marca de 30 triunfos no torneio, tendo como melhores campanhas os vices de 2012, 2011, 2009 e 2008, perdento todas essas finais para Nadal.

Veja como Nadal construiu sua vitória

Com a disposição ofensiva de Ferrer, Nadal teve trabalho ao longo do primeiro set. Seus dois primeiros games de serviço foram bem longos, mas pouco a pouco ele achou o melhor ritmo e seu forehand passou a fazer bem o trabalho. Obteve quebra para ir a 5/3 e aí a chuva forçou uma longa paralisação. No retorno, não levou susto e fechou. Números mostraram 15 winners de Ferrer contra 9, porém também 14 erros diante de 8. Ou seja, forçou mais o jogo por exigência tática e teve altos e baixos. Nadal acertou 70% do primeiro saque, muito bom, mas venceu 69% desses pontos, o que precisa evoluir.

Nadal ganhou confiança e começou o segundo set já com quebra de serviço. Mas Ferrer jamais se entregou. Voltou a tentar um estilo mais agressivo, conseguiu tirar um saque do adversário, mas logo em seguida falhou de novo e daí em diante Nadal se aproveitou. O cabeça 1 terminou a partida com apenas 12 erros não forçados, seu padrão habitual sobre o saibro. Depois de receber abraço carinhoso do amigo, Ferrer viu o público se erguer e aplaudi-lo de pé. Não escondeu sua emoção e jogou sua bandana na quadra.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis