Notícias | Dia a dia
Azarenka busca a virada em batalha contra Pliskova
25/04/2019 às 17h43

Azarenka teve ótimo aproveitamento nos break points para superar a atual campeã do torneio

Foto: Divulgação

Stuttgart (Alemanha) - Com uma grande atuação nesta quinta-feira, Victoria Azarenka buscou a virada no duelo de ex-líderes do ranking contra Karolina Pliskova e garantiu vaga nas quartas de final do WTA Premier de Stuttgart. A bielorrussa avançou no saibro alemão ao vencer uma partida de 2h09 contra a adversária tcheca por 4/6, 6/3 e 6/4. Foi a quarta vitória de Azarenka em sete jogos contra Pliskova no circuito.

Atualmente no 61º lugar do ranking, Azarenka está voltando ao top 50 com os 100 pontos já conquistados em Stuttgart. A experiente jogadora de 29 anos agora enfrenta a estoniana Anett Kontaveit, que fez 6/3 e 6/2 contra a russa Anastasia Pavlyuchenkova. Já Pliskova era a atual campeã e defendia 470 pontos, mas só deve perder uma posição para Angelique Kerber e ficar no quinto lugar do ranking mundial.

Desempenho nos break points fez a diferença
Azarenka liderou a contagem de winners da partida por 35 a 23 e terminou o jogo com 27 erros não-forçados contra 30 de Pliskova. O desempenho nos break points foi determinante, já que a bielorrussa aproveitou quatro de suas sete oportunidades, enquanto a tcheca teve nove chances de quebra e só concretizou duas.

Em um primeiro set marcado pelo equilíbrio, os ótimos saques de Pliskova em momentos cruciais fizeram a diferença. Embora tenha sido ameaçada duas vezes, a tcheca sequer permitiu que a rival disputasse os break points. Ela encaixou um ace no quinto game e um saque no corpo dois games mais tarde. Quando já vencia por 5/4, Pliskova teve sua única chance de quebra na parcial e a aproveitou depois de explorar uma subida da rival à rede. Azarenka liderava nos winners por 9 a 8, com nove erros para cada lado, enquanto a tcheca fez 5 a 3 em aces.

Com o tempo, Azarenka foi encontrando melhores posicionamentos para responder ao saque de Pliskova no segundo set. A bielorrussa aproveitou o fato de a tcheca colocar apenas 54% de primeiros serviços em quadra e pressionou o segundo saque da rival para vencer oito pontos em onze possíveis. Dessa forma, a experiente jogadora de 29 anos teve três chances de quebra e aproveitou todas elas, fechando o set com uma ótima devolução. Por outro lado, Pliskova só conseguiu uma quebra em cinco oportunidades.

Pliskova voltou a sacar bem no terceiro set, com 75% de primeiros serviços em quadra. A tcheca confirmou quatro games de saque sem enfrentar break points e perdendo pouquíssimos pontos. Por outro lado, Azarenka era constantemente ameaçada e sobreviveu a três chances de quebra em games muito longos. A bielorrussa foi premiada por sua persistência quando já vencia por 5/4 e conseguiu duas boas devoluções para já colocar a rival em 0-30 e buscar a derradeira quebra um pouco depois e celebrar a difícil vitória.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis