Notícias | Dia a dia
'Tentei lutar e ser consistente', diz Osaka após virada
26/04/2019 às 20h29

Osaka perdia o último set por 5/1, mas conseguiu reagir na partida

Foto: Divulgação

Stuttgart (Alemanha) - Semifinalista do WTA Premier de Stuttgart, Naomi Osaka protagonizou uma virada incrível nesta sexta-feira contra a croata Donna Vekic. A japonesa perdia o terceiro set da partida por 5/1 e viu a rival sacar duas vezes para o jogo, mas conseguiu sobreviver e seguir em frente no saibro alemão. Após a difícil vitória, a número 1 do mundo fala sobre como teve que lidar com os momentos de pressão.

Confira a programação das semifinais em Stuttgart.

"Eu estava obviamente com problemas quando estava tão atrás no terceiro set. Mas eu não queria me arrepender de nada depois da partida. Foi por isso que lutei e tentei ser consistente. Eu queria ter boas lembranças desse torneio", disse Osaka depois superar Vekic por 6/3, 4/6 e 7/6 (7-4) nesta quarta-feira.

"Acho que tudo aconteceu muito rápido. Ela fez 3/0 e, de repente, já estava com 5/1 e eu senti que demorou um tempo para eu voltar para o jogo", avalia a japonesa. "Acho que joguei melhor no primeiro set, e então meio que baixei um pouco o nível, mas ao invés de tentar arriscar mais, eu estava tentando ser mais consistente".

A jovem jogadora de 21 anos também acredita que o aspecto mental do jogo foi determinante. "Sinto que não tento mais entrar em pânico, porque isso demanda mais energia e eu não tenho muita energia para gastar. Eu apenas tento pensar logicamente e ver como posso resolver o problema", explicou a líder do ranking da WTA.

Osaka faz sua melhor campanha desde o título do Australian Open em janeiro. Depois de conquistar o segundo Grand Slam de sua carreira, a jovem de 21 anos havia caído na estreia em Dubai, nas oitavas em Indian Wells e na terceira rodada em Miami. Em busca da final, Osaka desafia a estoniana Anett Kontaveit, número 15 do mundo. "Isso significa muito, especialmente por ser no saibro. Depois de Miami, passei muito tempo treinando no saibro, tentando me sentir confortável com o piso e estou muito feliz que isso valeu a pena".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis